Decisão da Justiça mostra que laudo da perícia foi categórico para liberdade provisória de Pedro Lacerda - Portal MPA

Publicidade

Decisão da Justiça mostra que laudo da perícia foi categórico para liberdade provisória de Pedro Lacerda

Postado em 14/10/2021 10:31

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais publicou no final da tarde da quarta-feira (13/10), o alvará de soltura que concede liberdade provisória ao acusado Pedro Lacerda, de ter envolvimento na morte do segurança Edson Carlos, 42 anos. O alvará foi expedido às 17h04 de quarta-feira. O suspeito estava preso desde o dia da morte do segurança no dia 25 de setembro, em um evento no Parque de Exposições em Divinópolis/MG. A morte causou grande repercussão nas mídias regionais e nacionais.

De acordo com a decisão judicial de soltura do Pedro Lacerda, foi juntado o laudo necroscópico da vítima após o que o Ministério Público manifestou pela revogação da prisão preventiva, avaliando o pedido do advogado de defesa. A decisão enfatiza que com a chegada do laudo de necropsia, constata-se que a vítima era portadora de grave doença no coração (Cardiomiopatia hipertrófica). Ainda conforme a decisão judicial, a morte da vítima decorreu de problema cardíaco congênito e não de lesões advindas da briga com o acusado. Diante do laudo não se faz a presença da autoria do homicídio doloso, sendo revogada a prisão preventiva do autuado. Portanto, o pedido de soltura partiu da defesa do acusado, mas o Ministério Público concordou e o Juiz de Direito que acompanhou o caso é o Ivan Pacheco de Castro. Veja decisão judicial de soltura na íntegra:

.

Advertisement
Decisão judicial da soltura de Pedro Lacerda

Foto MPA/Decisão judicial da soltura de Pedro Lacerda

 

.

Decisão judicial da soltura de Pedro Lacerda

Foto MPA/Decisão judicial da soltura de Pedro Lacerda

 

Relembre reportagens:

Justiça determina a Liberdade Provisória de acusado da morte de segurança

Pedro Lacerda já deixou o presídio Floramar em Divinópolis

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!