Publicidade

Prefeitura faz cortes nas gratificações pagas a 56 servidores municipais

Postado em 21/01/2021 14:28

Em dois decretos, a prefeitura de Divinópolis corta gratificações pagas a 56 servidores municipais. Entre os profissionais atingidos com o corte, estão agentes de administração, sociólogos, psicólogos, pedreiros, professores e agentes de saúde. Todas as gratificações foram concedidas pela administração Galileu Machado entre os anos de 2017 e 2019 e variam de R$ 400 a R$ 1.500,00.

Os decretos 14.147 e 14.148, que oficializam os cortes das gratificações, foram publicados na edição desta terça-feira (19) do Diário Oficial dos Municípios, porém com efeitos retroativos a 1° de Janeiro. Isso significa que os profissionais afetados pelo corte já receberão os salários desse mês sem o benefício. Nos decretos, o prefeito não apresenta a motivação dos cortes.

As gratificações dos servidores estão previstas do artigo 86 ao 123 da Lei Complementar 9/1992 (Estatuto dos Servidores). De acordo com artigo 86, “além do vencimento e da remuneração, deverão ser pagas aos servidores as seguintes vantagens entre elas a gratificação e adicionais.

Advertisement

O artigo 95 define que as gratificações e adicionais são por função, tempo de serviço, atividades insalubres, prestação de serviço extraordinário, adicional noturno e gratificação pelo exercício do encargo de membro de órgão de deliberação coletiva ou banca examinadora de concurso.

Em contato, desde a tarde de ontem (20) com a comunicação da prefeitura de Divinópolis nossa reportagem não obteve retorno sobre qual a motivação do corte de tais gratificações. 

Veja os decretos SERVIDORES-GRATIFICACAO-CORTADA

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!