Geoprocessamento deve gerar acréscimo de 12 milhões na arrecadação do município, 7 mil notificações já foram entregues - Portal MPA

Publicidade

Geoprocessamento deve gerar acréscimo de 12 milhões na arrecadação do município, 7 mil notificações já foram entregues

Postado em 09/11/2021 10:32

O município de Divinópolis já fez a entrega de 7 mil notificações das 60 mil previstas de serem entregues aos donos de imóveis. A notificação emitida pela prefeitura aponta distorções no cadastro. O geoprocessamento busca corrigir esses possíveis erros. A expectativa da secretaria municipal de fazenda é de que até a primeira quinzena de dezembro o trabalho seja concluído.

De acordo com o secretário Gabriel Vivas, o estudo técnico apontou alguns dados importantes. A cidade tem hoje cerca de 5 mil imóveis construídos registrados como lotes. Essa distorção será corrigida já no exercício de 2022. Outro ponto apresentado é a mudança de área. Quem construiu um anexo ao imóvel superior a 30 metros quadrados ou equivalente a 12% da área aprovada também será impactado.

O geo foi contratado pela gestão passada e desde 2019 o processo é realizado em Divinópolis. A cidade tem uma área urbana superior a 220 quilômetros quadrados. Foram digitalizadas 11.095 plantas, isso inclui plantas-quadras, subdivisões e levantamentos de áreas. Em 2020, só com IPTU Divinópolis arrecadou mais de 32 milhões. Com a aplicação do geoprocessamento a arrecadação deve ter um acréscimo de aproximadamente 12 milhões.

O secretário reforça que as atualizações por meio do serviço tecnológico serão automáticas. O contribuinte será notificado e se concordar com as informações da prefeitura não precisa realizar nenhum procedimento, mas caso o contribuinte decida questionar o município, haverá uma prazo de até 30 dias para uma nova análise. Ele deve fazer o agendamento do atendimento pelo site divinopolis.mg.gov.br