Publicidade

Diego Costa chega em BH e fala em “dedicação, raça e gols”.

Postado em 17/08/2021 13:58

“Não vai faltar dedicação, raça e claro, gols”

Depois de 15 anos na Europa, Diego Costa desembarcou em Belo Horizonte na manhã desta terça-feira para assinar o primeiro contrato profissional da carreira com um time brasileiro. E, aos 32 anos, atuar no país onde nasceu é, para ele, a realização de um sonho.

Advertisement

“Poder vir pro Galo, um time com tradição, uma torcida, uma massa apaixonada. Depois de muitos anos na Europa, tinha o sonho de poder jogar no futebol brasileiro e nada melhor que aqui”.

O atacante foi anunciado oficialmente pelo Atlético no último sábado, e desde lá, diz que vem recebendo muitas mensagens de carinho da torcida.

“Só tenho palavras de agradecimento. É sempre importante o jogador sentir esse calor da massa. Quero agradecer do minuto 1 e espero que este ano seja abençoado, repleto de títulos”.

Com Hulk como protagonista, o Atlético vem de uma temporada praticamente perfeita até o momento. Lidera de forma disparada o Brasileirão, com 5 pontos de frente para o vice-líder, Palmeiras. Segue vivo na Copa do Brasil e, nesta quarta, enfrenta o River Plate para tentar avançar à semifinal da Libertadores.

Diego, claro, não vai poder atuar na partida – ele ainda precisa de tempo para readequação física, já que não joga desde dezembro de 2020 -, mas confia na boa fase dos novos companheiros de time.

“O Galo tem um time impressionante, vem fazendo uma temporada muito boa e eu venho para tentar somar, ajudar da melhor maneira possível. Dá pra ver que o time está bem encaixado, numa dinâmica muito boa. Espero me agrupar e dar um pouco do meu melhor pra poder somar. E que amanhã (quarta) possamos passar à semifinal (da Libertadores)”.

Diego se disse feliz por estar finalmente podendo voltar aos gramados. O atacante estava sem clube desde o fim de 2020, quando rescindiu contrato com o Atlético de Madrid, e vinha de sucessivas lesões (coxa e hérnia de disco) que o tiraram a sequência e espaço no time espanhol. Ele manteve a força física sozinho, mas ainda precisará de um tempo para estrear.

“Muito feliz, ansioso, esperando conhecer meus companheiros e em breve estar aí treinando e fazer o que eu mais gosto”.

Em uma mensagem final, ele fez promessas à torcida atleticana:

“Quero agradecer o carinho, e dizer ao torcedor que não vai faltar dedicação, raça e claro, gols, que eles vão esperar. Vou tentar fazer meu melhor dentro de campo pra poder retribuir todo carinho que venho recebendo”.

Não haverá pressa também no que diz respeito à inscrição dele nos torneios que o Atlético disputa. Na Libertadores, ele poderá atuar em caso de classificação às semifinais. No Brasileirão, o prazo final de inscrição vai até 24 de setembro, na 22ª rodada. E para a Copa do Brasil, ele poderá ser regularizado até 24 de agosto, para disputar as quartas de final.

Vale lembrar que para o registro na CBF, o Atlético precisa da janela internacional aberta (ela está vigente até o fim do mês) e receberá a documentação de Diego Costa via Atlético de Madrid/Federação Espanhola de Futebol, mesmo que o jogador esteja livre no mercado desde 29 de dezembro de 2020.

Diego Costa nasceu na cidade de Lagarto, no Sergipe, mas nunca atuou profissionalmente no Brasil. Ele começou a carreira no Braga, de Portugal, de onde foi emprestado ao Penafiel, também português, até finalmente chegar ao Atlético de Madrid, em 2007.

O time colchonero foi, sem dúvida, o clube de maior destaque da carreira de Diego. Por lá, ele conquistou seis títulos: um do Campeonato Espanhol (2013/14), um da Liga Europa (2017/18), três da Supercopa da Europa (2010, 2012 e 2018) e um da Copa do Rei (2012/13). O atacante defendeu a equipe em 215 jogos e marcou 84 gols em três passagens diferentes.

Diego até chegou a ser convocado por Felipão para a Seleção Brasileira em 2013, mas acabou escolhendo defender a Espanha. Com a camisa da Roja, ele jogou as Copas do Mundo de 2014 e 2018, marcando três gols na edição disputada na Rússia.

Nome: Diego da Silva Costa
Data de nascimento: 7 de outubro de 1988 (32 anos)
Nacionalidade: brasileiro e espanhol
Clubes: Braga (2006-2007), Penafiel (2006), Atlético de Madrid (2007-2014) – empréstimos para Celta de Vigo (2007/08), Albacete (2008/09), Valladolid (2009/10), Rayo Vallecano (2012), Chelsea (2014-2017), Atlético de Madrid (2018-2020).

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade