Publicidade

Às vésperas do Natal, São João de Deus registra 13ª captação de múltiplos órgãos neste ano

Postado em 23/12/2020 20:01

Próximos de celebrarmos mais um Natal, esta quarta-feira, dia 23 de dezembro, trouxe esperança para a vida de quatro pacientes, que neste final de ano terão motivos de sobra para festejar. Em um ato de extremo amor e empatia, os familiares de um jovem paciente do Complexo Saúde São João de Deus (CSSJD) decidiram doar seus órgãos, dos quais foram retirados os rins, fígado e coração, alegrando e dando esperança aos que aguardavam ansiosos na fila de espera transplantes.

O procedimento contou com a atuação de nove profissionais de três instituições de Belo Horizonte: Hospital das Clínicas, que realizou a captação do coração, do Hospital Felício Rocho, responsável pela captação dos rins e da Santa Casa de BH, que fez a captação do fígado.

Para o médico Dr. Luiz Otávio Sabino, da equipe do Hospital das Clínicas, a família do doador teve um gesto nobre. Ele espera que a atitude sirva de exemplo para mobilizar mais pessoas neste período tão sensível de final de ano. “O gesto generoso dessa família salvou quatro vidas hoje. Nós temos uma fila grande de pacientes aguardando uma doação, por isso é tão importante que as famílias se sensibilizem e repitam esse gesto de generosidade”, completou.

Advertisement

Em consonância com o profissional do Hospital das Clínicas, o cirurgião da equipe de transplante hepático da Santa Casa de BH, Dr. João Bernardo Sancio espera que o Natal seja uma oportunidade de divulgar a importância da doação de órgãos e de ajudar ao próximo. “A importância da doação precisa ser divulgada entre os familiares, toda a população precisa ter consciência. Sei que é um momento triste para uma família, mas temos que pensar que tem muita gente aguardando e que precisa dessa ajuda”, disse.

Ainda conforme a cirurgiã do Hospital Felício Rocho, Dra. Isadora Mota Aguiar, a doação de órgãos é um momento especial tanto para a família do doador como para aquele que recebe o órgão transplantado. “Sei que as famílias vivem um momento muito difícil de perda, mas quando ocorre a doação, a família se sente mais confortada. Os pacientes ficam muito gratos e rezam pelas famílias dos doadores. O ato de doar órgãos é muito bonito, é um dos maiores atos de caridade da humanidade”, comentou.

O Complexo de Saúde São João de Deus parabeniza a família do doador pelo gesto de altruísmo e agradece a dedicação dos profissionais envolvidos no procedimento, que contribui para estabelecer a instituição como referência para a captação de órgãos para doação no interior do Estado de Minas Gerais e mostra a relevância deste ato de respeito, solidariedade e amor que ocorre as vésperas do Natal no CSSJD.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!