Interpol alerta Polícia Civil mineira para investigar possível chacina em escola no interior do Estado

Postado em 05/08/2019 12:35

NOVA ERA

A Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) entrou em contato com a Polícia Civil mineira na última quarta-feira (31), para investigar um possível atentado, em uma escola de Nova Era, na região Central de minas. A chacina estaria sendo planejada por um adolescente, de 17 anos, que mora na cidade.

A mensagem enviada pela Interpol, segundo a Polícia Civil, dizia que o jovem fazia parte de uma rede de web suspeita, porém que ainda não se podia afirmar que o site era terrorista. No texto, o adolescente citava os massacres que ocorreram em Columbine, nos Estados Unidos, em 1999, e em Suzano, em São Paulo, neste ano.

Para investigar o caso, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do suspeito na última quinta-feira (1). Na ocasião, foram recolhidos dois computadores, que vão passar por uma perícia em Belo Horizonte.

Durante as buscas, não foram localizadas nenhuma arma. O jovem permanece com os pais, que devem ser ouvidos pela Promotoria de Justiça.

Em nota publicada em seu site, a Escola Novaerense disse que recebeu comunicado do setor de inteligência da Polícia Civil de que um ex-aluno planejava um atentado contra a unidade. No texto, a escola afirma que a Polícia Federal, Civil e Militar estão totalmente engajadas para oferecer total segurança à Escola Novaerense e aos seus alunos.

A unidade também explicou “que está tomando todas as medidas necessárias para preservar a integridade e a segurança dos alunos, equipe pedagógica e colaboradores”. Além disso, “os alunos que utilizam o ônibus da linha de São Domingos do Prata, vão permanecer sendo acompanhados pelos colaboradores da escola”.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!