Publicidade

Homem é decapitado em Frutal e assassino sai andando com cabeça da vítima.

Postado em 02/09/2019 16:34

Mateus foi preso ensanguentado depois de decapitar colega de trabalho (foto Samir Alouan Jornal Pontal POntal Online 97FM Divulgação)

Uma ocorrência trágica assustou a população de Frutal, no Triângulo Mineiro, neste sábado. Um homem de 23 anos matou outro de 45 e decapitou a vítima. Em seguida, ele chegou a caminhar pelas ruas da cidade com a cabeça e ainda tentou se matar, até ser preso pela Polícia Militar. Outro homem de 30 anos também se feriu na ação.

Ele é Israel Nascimento Borges. Segundo informações do repórter Samir Alouan, do Jornal Pontal/Pontal Online/97FM, os três eram colegas de trabalho, funcionários do Matadouro Municipal de Frutal. 

De acordo com o boletim de ocorrência, os militares foram acionados para o cruzamento das ruas Paul Harris com Chiquinho da Mata, onde encontraram Fernando Gomes Ferreira, de 45 anos, decapitado. Ele trabalhava como motorista do matadouro, e atuava na entrega de carnes na cidade. No local, os policiais receberam informações de que o autor do crime, Mateus Henrique Machado de Souza, de 23 anos, vigilante do matadouro, estaria em um local próximo, na Rua Professor Carlos Justino.

No endereço citado, eles encontraram Mateus ensanguentado, que estava com a cabeçada vítima do homicídio. Mateus tinha algumas lesões, o que motivou o acionamento do Corpo de Bombeiros. Como os militares dos bombeiros estavam em atendimento em outra cidade, o autor do assassinato foi socorrido pela PM ao Hospital Frei Gabriel. Os médicos constataram uma lesão na coluna cervical, outra nos membros superiores e mais uma no maxilar. 

 

O que motivou o crime

(foto: Samir Alouan/Jornal Pontal/POntal Online/97FM/Divulgação)
                                                                                                                (foto: Samir Alouan/Jornal Pontal/POntal Online/97FM/Divulgação)

Tudo teria começado quando Fernando chamou Mateus e Israel para comemorar seu aniversário em uma chácara próxima. Os três teriam discutido e há informações de testemunhas de que Mateus chegou a ser agredido. Ele deixou o local e se dirigiu ao matadouro para trabalhar, mas os outros dois também foram até o matadouro. No pátio da prefeitura, que fica ao lado, nova confusão, mas dessa vez Mateus acertou Israel com uma faca bastante afiada, usada na manipulação das carnes. 

Fernando também foi atingido e continuou discutindo com Mateus, momento em que teve a cabeça cortada com a mesma faca. Testemunhas disseram que Mateus saiu com a cabeça da vítima e andou por cerca de 100 metros até a casa de um outro funcionário do matadouro, onde desferiu golpes de faca contra ele mesmo, tentando se matar. 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!