Publicidade

Assistidos do IHA recebem orientação de higiene bucal de universitários

Postado em 16/11/2020 17:21

O Instituto Helena Antipoff (IHA) em Divinópolis, em parceria com o 2º período de odontologia da Unifenas, criou o projeto “Somar – Sorrir e Amar”. A iniciativa tem como objetivo orientar gratuitamente os assistidos, pessoas com deficiência intelectual, múltipla, espectro autista e suas famílias sobre a saúde bucal.
O projeto foi desenvolvido com a supervisão dos coordenadores do curso, “pacientes com necessidades especiais apresentam maior prevalência de cárie dentearias, mais dentes não tratados e mais número de dentes perdidos”. Por isso, a importância da proposta para criar hábitos saudáveis.
 
Conforme o projeto, o maior acometimento de doenças bucais pode estar relacionado à grande dificuldade que esta parcela da população encontrar para realizar a higiene bucal, geralmente relacionada a um atraso motor e/ou algum déficit intelectual, necessitando muitas vezes de um cuidador para realizá-la.
 
Orientação profissional
 
No primeiro momento, devido às medidas de prevenção à covid-19, o material elaborado será distribuído virtualmente aos assistidos e seus familiares. No conteúdo estão orientações sobre o uso correto do fio dental, técnicas de escovação, indicação para pessoas com próteses total, fixa ou removível e outras dicas, como o uso de escovas dentais menores. As dicas, porém, não substituem a ida regular ao dentista.
 
Após a pandemia, a expectativa é que o projeto seja expandido, e os universitários possam oferecer ações de escovação supervisionada e aplicação de flúor tópico quando houver indicação do profissional acompanhante. A expectativa é, através do conhecimento, melhorar as condições de saúde bucal e motora dos atendidos, os livrando das consequências de uma má escovação: dor, diminuição do apetite, dificuldade de mastigação, perda de peso, dificuldade para dormir e outros. “É esperado que não só a saúde da boca seja melhorada, mas que toda a saúde do indivíduo se reflita positivamente com esse incentivo, haja vista que para uma melhor saúde oral, também é necessária uma melhor dieta, que também é abordada pelos estudantes”, destacou um trecho do projeto da Unifenas.
 
Para o presidente do IHA, Juliano Vilela, o “Somar” é mais um avanço na prestação de serviços. “Sempre estamos buscando formar novas parcerias para ampliar o atendimento aos nossos assistidos. Com essa orientação, de estudantes e profissionais da área, eles poderão melhorar a escovação e, consequentemente, a qualidade de vida. Estamos muito felizes de estarmos ao lado da Unifenas nesse projeto”, declarou.
 
O instituto
O Instituto Helena Antipoff é gerenciado pelo Lions Clube Pioneiro. É uma entidade assistencial sem fins lucrativos fundado em 1970, que oferece diversos serviços às pessoas com deficiências intelectual, múltipla e do espectro autista de Divinópolis e região.
 
Para contribuir com a instituição, localizada na rua do Cobre, 697, no bairro São João de Deus, basta acessar o site institutohelenaantipoff.org.br/doacoes ou pelo telefone (37) 3221-2001.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!