Publicidade

Vídeo do prefeito de Divinópolis envolvendo agente da Setrans é analisado no departamento jurídico do Sintram

Postado em 12/07/2021 16:39

Após a divulgação de um vídeo publicado nas redes sociais do prefeito Gleidson Azevedo, onde ele aborda um agente da Setrans que estava fazendo o trabalho dele, o material foi encaminhado para o jurídico do Sintram, apos essa análise haverá um posicionamento sobre a conduta do chefe do executivo municipal de Divinópolis. O fato se deu no sábado (10/07), o prefeito esteve na região Central da cidade quando encontrou com um servidor público, agente de trânsito, realizando abordagens de fiscalização.

A atitude do prefeito mostrada no vídeo rendeu até mesmo uma nota da diretoria de comunicação da prefeitura, onde afirma que “o prefeito, pede desculpas aos agentes de trânsito e a população que se sentiram desrespeitados pela forma de expressão, e intensifica que unidos, prefeitura e população, o trânsito será melhor e mais seguro”, diz a nota.

O temor da prefeitura e deve ser o mesmo sentimento do sindicato é o encorajamento a população em desafiar os agentes de trânsito. A nota emitida pela prefeitura tardiamente pede “quanto ao trabalho dos agentes de trânsito, pedimos a toda população divinopolitana que respeitem a abordagem e orientação deles, pois, eles têm o papel de evitar acidentes e engarrafamentos nas vias das cidades, além de orientar os pedestres nas vias urbanas”.

Advertisement

O líder do governo na câmara municipal de Divinópolis, o vereador Edson de Souza (CDN) não se pronunciou a respeito do fato, apenas sugeriu que a reportagem buscasse diretamente os agentes públicos envolvidos, citando prefeito e a autoridade de trânsito. E encerrou a conversa encaminhando a nota da prefeitura. 

No vídeo o prefeito assinala que estão multando mais na gestão dele que dos prefeitos anteriores, os dados emitidos pela própria prefeitura mostra que a realidade é bem diferente. A quantidade de autuações lavradas e validadas, de janeiro a maio, em 2021 teve um aumento de 8,87% quando comparado com o ano de 2020 (ano de pandemia, em que por sete meses o movimento da área central da cidade diminuiu drasticamente). No entanto, em relação ao ano de 2019, houve um decréscimo de 134,37%. As principais autuações são de evasão de sinal vermelho, estacionar em vaga de idoso, deficiente físico e carga e descarga, e dirigir falando ao telefone celular.

A nota ainda explica que a sensação de que a quantidade de multas tenha aumentado exorbitantemente em relação ao ano passado, deve-se ao fato de que no ano de 2020, em razão da pandemia, foi realizada a suspensão de pagamento de todas as multas aplicadas naquele ano e o vencimento foi prorrogado com a mesma data, porém para 2021. Portanto, nesse momento, muitas multas de 2020 estão sendo enviadas aos infratores.

View this post on Instagram

A post shared by Portal MPA (@portalmpa)

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!