Diretora-Presidente do Hospital São João de Deus pede demissão - Portal MPA

Publicidade

Diretora-Presidente do Hospital São João de Deus pede demissão

Postado em 25/09/2021 20:09

Elis Regina Guimarães. Foto: CSSJD

 

A Diretora-Presidente da Fundação Geraldo Corrêa – Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD), Elis Regina Guimarães, entregou uma carta pedindo demissão ao Conselho Curador da Fundação nesta sexta-feira (24). A informação foi confirmada pelo Sistema MPA. O CSSJD ainda não se pronunciou oficialmente. 

A direção do hospital travou uma séria discussão com o governo municipal nos últimos dias. Em audiência pública de prestação de contas da Secretaria de Saúde, que ocorreu na Câmara no último dia 15, o diretor de Regulação em Saúde Érico Souki fez graves acusações ao Hospital, ao declarar e exibir documentos que comprovariam uma série de irregularidades nos lançamentos de cobranças de procedimentos médicos.

Advertisement

Na última terça-feira, 21, vereadores se reuniram com médicos e a diretoria do HSJD, para apresentar os esclarecimentos sobre a denúncia. Durante sua fala, Elis Regina juntamente com os médicos do Hospital, apresentaram os dados de como são feitas as requisições para procedimentos via SUS. “Fomos surpreendidos na última semana com a acusação de que nossos médicos estivessem fraudando os SUS. Isso é muito sério. Por isso, os médicos ficaram muito incomodados e todos eles me pediram uma Audiência aqui na Câmara para esclarecer os fatos aos vereadores. E foi isso que fizemos. Os médicos explicaram de foram detalhada como funciona nosso sistema de inteligência, que já existe há 15 anos. Há divergências entre o que os médicos especialistas realizam e o que o supervisor da Semusa diz. Mas não estamos conseguindo encontrar esse meio termo. Mas não há de forma alguma fraude”, destacou Elis. Após as explanações, a Comissão de Saúde da Câmara deve se reunir para analisar todas as falas e documentos apresentados por ambos, Semusa e HSJD.

 

Contrato com o município

Apesar das discussões, a Prefeitura de Divinópolis e Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) renovaram, nesta quinta-feira (23/9), o contrato administrativo 07/2019 de 25 de março de 2019. O valor está estimado em R$128 milhões.  

 A renovação tem vigência no período de 02/08/2021 a 25/03/2022. Nesse prazo, o Complexo de Saúde São João de Deus compromete-se a manter a oferta dos leitos contratados para atendimentos dos casos de urgência e emergência e a população à ele referenciada pelos mecanismos pactuados nas instâncias de regulação, observada a sua capacidade técnica e física. 

Uma das alterações do contrato foi a obrigatoriedade de fornecer ao usuário ou ao seu responsável, no ato da saída do estabelecimento, documento de histórico do atendimento prestado ou resumo de alta em que conste também a inscrição: “Esta conta foi paga com recursos públicos provenientes de seus impostos e contribuições sociais”. Essa mensagem deverá estar transcrita no sumário de alta do paciente e exames ambulatoriais realizados.

O hospital é o único prestador hospitalar do Sistema Único de Saúde (SUS) no município. Ele é referência para 54 municípios da macrorregião Oeste. 

Sobre Elis Regina

Nascida em Patos de Minas, Elis Regina Guimarães assumiu a direção do São João de Deus em 2016, após intervenção do Ministério Público devido a uma grave crise financeira, em meados de 2011, momento em que passaram pela instituição diversos gestores.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade