Delano critica vereadores que vão no consultório pedir receita de graça

Postado em 29/04/2020 9:55

Desde o inicio a essência do projeto de redução dos salários dos vereadores foi citada como uma das justificativas. Reduzir o salário para R$ 1.045,00 era a oportunidade de resgatar o comprometimento e a dedicação de pessoas que realmente querem contribuir com a política municipal. Durante a discussão a proposta de um acordo dos parlamentares mudou essa essência e um salário mínimo se transformou em apenas uma redução de 25%.

Durante um discurso acalorado na Câmara Municipal o vereador Delano Santiago fez criticas a emenda modificativa. Ele disse que correção do salário não atende o anseio da população. O vereador parabenizou a mesa diretora pela iniciativa e enfatizou que a proposta de um salário mínimo era importante para o momento. Segundo ele os parlamentares tiveram coragem para propor a discussão.

Porem no final do discurso o vereador que é medico chamou os 4 membros que compõem a mesa diretora a dar o exemplo. Ele disse ao presidente Rodrigo Kaboja, ao vice Ademir Silva, ao primeiro secretário Renato Ferreira e ao segundo secretário Nego do Buriti, que os vereadores não podem nunca mais ir no seu consultório pedir receita de graça. Ele ainda enfatizou que a consulta custa R$ 300,00, e agora ele vai atender de graça é o povo. 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!