Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Onde depositar o meu coração?

Postado em 12/01/2020 6:00

Expressões idiomáticas podem confundir a tradução ou interpretação de um texto. No Brasil temos inúmeras expressões assim. “Tem um grilo no meu carro”, “estou com um grilo na cabeça”, “ele é um bicho grilo”, entre outras que fazem com que qualquer “gringo” tenha dificuldade em aprender a nossa língua “brasileira”.

Lucas 18.18-25

Foto de Arquivo Pessoal

A Bíblia tem uma ampla coleção de expressões idiomáticas. São palavras e textos carregados de conexões gregas, hebraicas e aramaicas. Textos influenciados por culturas, locais e percepções sociais.

No entanto, essas expressões tem uma íntima conexão com a verdade da mensagem a ser transmitida. Não há distorção no sentido amplo da mensagem.

Não tão é importante saber se o camelo é realmente um animal, se é uma corda ou cordão muito grosso, se a agulha é de fato usada por costureiros, sapateiros e artesãos, se é uma ruela, ou uma portinhola. O importante é conectar a mensagem de que o “apego material prende ou dificulta o crescimento espiritual”.

Em Provérbios vemos “aquele que se entrega a cobiça, ela prenderá a sua alma” (Pv. 1.19), “o que se dá à cobiça perturba a sua casa” )(Pv. 15.27), entre outros versos. A verdade que Cristo nos declara é que apegando-se o seu coração as riquezas é difícil entregar-se ao Senhor por completo.

É possível arrumar desculpas para muita coisa quando nosso coração está apegado ao dinheiro e as riquezas. É possível dizer: “não sou dizimista porque não há nada no novo testamento dizendo que devo fazê-lo”, “dou meu dízimo em cima do meu pro-labore” (mas tem propriedade divergente de sua retirada), “não ajudo os pobres porque quem não trabalha, também não coma” (nesse caso até cita a Palavra de Deus), etc.

O nosso coração deve estar alicerçado no Senhor, deve estar apegado as riquezas espirituais e aquilo que poderemos levar no dia de nos apresentarmos diante do tribunal de Cristo.

Pense nisso, e deposite seu coração no lugar certo.

Um grande abraço. Nos eternos e fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que está aprendendo a depositar o coração no lugar certo

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!