Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Chuva… Terra… “Finca”

Postado em 28/09/2021 6:00

Adoro lembrar a minha infância. As brincadeiras que fazíamos. Por sua vez as peripécias que aprontávamos, e os milagres que Deus nos concedia.

Juízes 16.21-31

Retirado de arquivo pessoal

Época de chuva era um momento entediante para muitas crianças, mas para mim e meus irmãos era uma época muito agradável. Eu adorava fazer barquinhos de papel e soltá-los na enxurrada. Brincava de pescar na enxurrada, de pular poças de água, de guerrinha de lama. Mas quando o sol começava a secar o chão era hora de brincar de “Finca”.

Advertisement

Eu mesmo fazia a minha finca e no começo a do Deco também (a finca era um vergalhão de aço usado para fazer estribo de construção o qual eu afiava nas pedras do calçamento ou no esmeril do vô Rivaldo). Fazíamos um triângulo (casa) em cada lado e o objetivo era sair da sua casa contornar a do adversário e voltar para a sua sem errar e sem cruzar a linha desenhada. Eu era muito bom, mas nem sempre conseguia acertar de primeira.

Um dia estava brincando e um dos meus colegas ficou tentando me atrapalhar (não me lembro de quem era ele). Quando de repente joguei a finca e ele colocou o pé na frente. Ela atravessou a fina membrana entre o dedão e o segundo dedo. Foi uma gritaria só. Ele de dor e eu com raiva por ele ter atrapalhado a brincadeira. Graças ao Bom Deus não acertei entre os ossos, nem machuquei uma veia importante. Depois disso tornei-me mais cuidadoso, continuamos amigos, e brincávamos sem que ninguém tentasse atrapalhar.

Sansão é colocado diante dos Filisteus para que zombassem dele. A palavra usada para descrever essa atitude é śāhaq que significa brincar, dançar, divertir, folgar, zombar, caçoar, divertir-se, rir-se de algo ou alguém. É como se os Filisteus quisessem caçoar de Sansão por Deus tê-lo “abandonado” e agora fazê-lo curvar-se diante do seu deus.

Então ele invoca o nome do Senhor e clama para que Ele pudesse reconstituir suas forças, conseguindo colocar no chão toda a estrutura daquele templo e mostrando que do verdadeiro Deus ninguém pode zombar.

Pense nisso, mesmo quando não esperamos Deus age com sua soberania, mesmo quando não cremos ele é fiel para fazer infinitamente mais do que imaginamos. Mesmo quando estão zombando de nosso estado, o Senhor é capaz de nos restaurar e deixar perplexos aqueles que estão ao nosso redor. Portanto, confie no Senhor, pois de Deus não se zomba.

Um grande e forte abraço!
Nos fraternos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que já presenciou e ainda deseja presenciar os milagres de Deus.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade