Publicidade

Rascunhos da Vida

Rascunhos da Vida: Atrativo…

Postado em 07/11/2020 6:00

Nem todo alimento é agradável a todos os paladares. Tem pessoas que não gostam de legumes, outras adoram. Existe quem ama qualquer tipo de fruta e aqueles que não comem, e nem gostam de nenhuma. E até existem aqueles que gostam de jiló (talvez seja o seu caso).

II Samuel 11.1-5

Retirado do Site: https://pt.freeimages.com/photo/fish-and-chips-1325534

Em casa há uma diferenciação no paladar de meus filhos. O primogênito adora legumes e verduras, mas não gosta de frutas. A caçula ama frutas e não gosta de legumes e verduras. Ambos comem os alimentos que não gostam esporadicamente ou após nossa insistência para que o façam. Mas, nenhum dos dois come esses alimentos de bom grado espontaneamente.

Vez por outra fazemos uma fondue de chocolate em casa, nestes dias o meu filho mais velho de forma espontânea come frutas sem nenhum tipo de insistência. Para ele elas se tornaram atrativas pelo simples fato de estarem encobertas com algo delicioso ao paladar. Noutros momentos minha esposa faz alguns legumes a empanados, como a berinjela e a batata doce. Mesmo assim a mocinha não come sem nossa insistência, pois mesmo revestido de uma cobertura diferente não é agradável ao seu paladar. Mesmo sendo mais atrativo ao paladar um deles rejeita e o outro facilmente aceita o alimento preparado.

Davi estava em seu aposento, ele se depara com uma mulher bela se banhando, a visão com certeza era atrativa, atraente, sedutora. Ele tinha com certeza a livre agência para desviar o olhar e continuar suas atividades como rei. No entanto ele se permite olhar, imaginar, e desejar uma mulher que não lhe pertencia. Então toma a atitude de convidá-la aos seus aposentos e com ela se relacionar sexualmente de forma ilícita, pois a mesma já era casada. Trazendo sobre o casal a culpabilidade do pecado do adultério.

Nem sempre o que é atrativo aos nossos desejos é o ideal para experimentarmos. Muitas vezes o que desejamos podem corromper nossos valores, nossa fé, nossos ideais. Deus não bloqueia nossas decisões, nem mesmo permite que venha sobre nós algo que não possamos suportar. Pelo contrário, ele nos permite tomar decisões que não interferem no processo de salvação, mas que fazem parte do nosso livre agir e processo de escolha. No entanto, nossas decisões trazem consequências para nosso relacionamento pessoal, familiar e social. Pense nisso, nem tudo que é atrativo deve ser provado.

Um grandioso abraço!
Nos fraternos e maravilhosos laços do amor de Cristo.

Rodrigo Fonseca Andrade
Um servo que vê muita coisa atrativa, mas não se rende a todas elas.
Obs.: Eu como jiló, mesmo não gostando.

Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

<
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Autor do blog: Rodrigo Andrade

Rodrigo Fonseca Andrade é um microempreendedor, teólogo e professor de línguas clássicas (Grego Koinê e Hebraico Massorético). Casado com Sílvia e pai de João Victor e Isabelle. Com formação em Tecnologia, Meio Ambiente e Teologia. Tem como objetivo principal tornar o conhecimento teológico simples e abrangente. Sendo assim demonstra através de fatos da vida como Deus é soberano e dirige nossa história pessoal. Neste blog você lerá, lembrará e se identificará com muitos dos fatos bíblicos exemplificados de forma simples e objetiva.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!