fbpx
Pular para o conteúdo

Polícia usa reconhecimento facial para prender foragidos no meio da folia

Image

A polícia tem usado câmeras de reconhecimento facial para prender foragidos nas festas de carnaval no Rio de Janeiro, Salvador e Pernambuco.

Uma das ocasiões, presos eram procurados por homicídio, tráfico e roubo em Salvador. A PM prendeu ao menos sete foragidos da Justiça na capital baiana com o auxílio do equipamento. Quatro deles eram procurados por homicídio, outros dois por roubo e um por tráfico de drogas. Cerca de 2,6 milhões de pessoas passaram pelos portais de abordagem nos dois primeiros dias de Carnaval em Salvador. De acordo com o Uol, o governo baiano conta com cerca de 100 câmeras com esse tipo de tecnologia

Advertisement

O uso inédito de câmeras resultou em primeira prisão em Pernambuco. Após identificarem que as imagens do equipamento eram compatíveis com a foto de um homem foragido que constava no Banco Nacional de Mandados de Prisão, agentes efetuaram a primeira prisão com o auxílio do equipamento no estado.

Câmeras de reconhecimento facial também estão sendo usadas em Belo Horizonte. As ferramentas estão no Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, na capital mineira, segundo o governo de Minas Gerais

Também, no Rio de Janeiro, foragido foi preso enquanto atuava como ambulante em meio a blocos de Carnaval. Um homem com 18 anotações criminais foi capturado por policiais militares no centro da capital fluminense após ser flagrado pelo sistema de reconhecimento facial. Ele estava foragido desde o ano passado.

mobile