Publicidade

Mulher engole camisinha durante sexo oral e desenvolve sintomas parecidos com tuberculose

Postado em 30/03/2021 7:40

Foto: Pixabay

Uma professora de 27 anos deu entrada em um hospital, na Índia, com sinais de tuberculose, mas a realidade é que ela havia inalado acidentalmente uma camisinha durante um ato sexual com seu marido. Os médicos indianos relataram o incidente em um estudo divulgado no jornal científico da National Library of Medicine.

Segundo a pesquisa, na primeira consulta a paciente reclamava de tosse, febre e acúmulo de muco, que já persistia por dois meses. A mulher foi prescrita com antibióticos e tratamento antituberculose. Após quatro meses, os sintomas persistiram e ela resolveu retornar ao hospital.

Em outra consulta, ela foi avaliada de novo para confirmar se tinha tuberculose e o teste deu negativo para a doença. Na verdade, existia uma lesão em um lobo pulmonar superior da docente, efeito da inalação da camisinha.

Advertisement

Os especialistas só notaram isso ao avaliarem o tórax da paciente e observarem uma “estrutura semelhante a uma bolsa invertida ‘parada’ no brônquio”. Assim que os profissionais de saúde retiraram cirurgicamente essa “bolsa”, eles compreenderam que se tratava de um preservativo.

Ao ser questionada de como a camisinha foi inalada, a paciente recordou da vez em que fez sexo oral no marido. Depois do procedimento cirúrgico, alguns fragmentos da camisinha continuaram presos no pulmão. Em função disso, é provável que ela precise ser examinada mais uma vez, por meio de uma broncoscopia, que verifica os brônquios, traqueia e parte dos pulmões. Contudo, os médicos alegam que a paciente deve se recuperar em breve.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!