Publicidade

Cientistas criam origami minúsculo e abre portas para elaboração de robôs

Postado em 27/03/2021 7:40

O tsuru tem apenas 60 micrômetros de largura ou 0,006 cm. Essa medida o coloca no posto de menor origami do mundo: ele é 20 vezes menor do que um grão de areia, por exemplo. A minúscula ave não foi feita apenas para exaltar a secular arte japonesa de dobrar papel. Trata-se de uma estrutura robótica dobrável desenvolvida em laboratório por pesquisadores da Unievrsidade de Cornell, em Nova York.

Ela foi construída em uma folha com aproximadamente 30 átomos de espessura, por meio do que os cientistas chamam de “atuadores com memória de forma”, que reagem se dobrando, nesse caso a partir da aplicação de choques elétricos.

Apesar de divertida, a ideia não gira em torno de origamis. Mas sim, do fato de podermos trabalhar com estruturas programáveis em uma escala nanométrica. “Queremos robôs microscópicos, mas com cérebros a bordo”, explica Itai Cohen, físico e líder da pesquisa em nanotecnologia.

Advertisement

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!