Publicidade

Uninter forma primeiras turmas de Engenharia em 17 estados

Postado em 12/03/2020 19:24

Autora: Bárbara Possiede/ Uninter Notícias

 

O mercado acaba de receber 78 engenheiros formados nas primeiras turmas dos cursos de Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica e Engenharia da Computação do Centro Universitário Internacional Uninter. Alunos de 17 estados brasileiros concluíram os estudos no fim de 2019.

 

uninter faculdades forma engenheiros

 

 

 

 

 

 

 

As engenharias da Uninter contam com um corpo docente com mais de 35 professores, dos quais 90% são mestres ou doutores. Os alunos que concluem seus estudos saem com a garantia de cursos devidamente cadastrados no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e reconhecidos com notas 4 e 5 pelo Ministério da Educação (MEC). “Queremos formar os melhores engenheiros do Brasil, por isso, desde 2015 estamos  em constante atualização e em busca de tecnologia”, explica Douglas Agostinho, coordenador do curso de Engenharia de Produção e um dos idealizadores dos cursos de engenharias da instituição.

Testemunhos

“Uma trajetória longa e árdua. Mas, ao mesmo tempo, uma caminhada valorosa que me possibilitou agregar muito conhecimento”. É assim que Felipe Cidral de Oliveira, aluno da primeira turma de Engenharia de Produção, descreve sua experiência ao longo do curso.

Viviane Alves, por sua vez, está se formando em Engenharia Elétrica. Mais de 4 mil km separam os dois alunos, já que Viviane optou por realizar seu curso a distância, diretamente da cidade de Manaus (AM). “Estudar a distância não é fácil, exige muito esforço e disciplina. Mas o suporte e os tutores da instituição sempre me ajudaram”, afirma.

Compromisso

Independentemente do local em que o aluno esteja, a Uninter leva conhecimento de qualidade, com acompanhamento de profissionais qualificados e a distribuição de kits de aprendizagem para que o estudante possa realizar atividades práticas na sua casa. A equipe pedagógica garante todo o apoio ao longo das etapas do curso.

Felipe Cidral conta que a dedicação dos professores foi fundamental para o início da sua jornada acadêmica. “Eu vim de um ensino público e confesso que não cheguei com uma base boa. Sofri com os cálculos, mas tive uma boa ajuda dos professores para superar essa parte”.

O grupo de professores da instituição tem experiência prática na indústria e é capaz de transmitir essa vivência aos estudantes. O curso é repleto de atividades práticas e propõe diversos trabalhos de “mão na massa”. Mais do que facilitar a entrada dos discentes no mercado de trabalho através de vagas de estágio, o centro universitário busca também fomentar seu espírito empreendedor.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!