Sindicato dos jornalista repudia ação de secretário de Cajuru contra repórter

Postado em 05/03/2020 0:19

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais emitiu uma nota oficial repudiando o que classifica como uma tentativa de intimidar a imprensa de Carmo do Cajuru. Trata-se de um fato político e jurídico envolvendo o jornalista Gustavo Abib, editor do Jornal Boca da Mata, que na edição de janeiro deste ano publicou críticas ao secretário de Planejamento e Fazenda de Carmo do Cajuru, Matheus Maia.

Desgostoso das críticas de Gustavo, o secretário procurou a delegacia de polícia e registrou um boletim de ocorrência acusando o jornalista de cometer crime de difamação.

A Polícia Civil considerou que não houve indício de crime.

Em seguida, Matheus Maia procurou o Ministério Público e desde então luta por uma condenação contra o profissional de mídia.

Em nota oficial, o Sindicato dos Jornalistas destaca:

“Vigiar e criticar os poderes públicos é uma das mais nobres funções da imprensa na democracia. A liberdade de imprensa é garantida pela Constituição. Autoridades que em vez de zelar pelo cumprimento da lei investem contra jornalistas vão contra decisões reiteradamente tomadas pelos mais altos tribunais do País. Intimidar jornalistas é colaborar para o enfraquecimento da democracia, já tão mutilada no Brasil.  Basta de intimidações e violências contra jornalistas!”

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!