Publicidade

Menos uma vida em Divinópolis por conta da Covid-19

Postado em 22/06/2020 20:12

O secretário municipal de saúde de Divinópolis, Amarildo Sousa confirmou a comunicação de mais uma morte por Covid-19. Na cidade são 11 vítimas fatais dessa pandemia, 312 contaminados já confirmados e sendo nove a mais que a última contagem. Nesta segunda-feira (22) uma senhora de 74 anos deixa a família em luto. Ela estava no Hospital São Judas Tadeu. Moradora do bairro Santa Clara, ela que lutou contra outros males, hoje o Novo Coronavírus venceu. A família se soma a outras dez de Divinópolis, 688 em Minas Gerais e 51.271 no Brasil. Todos em luto diante dessa pandemia. 

Em Divinópolis são 312 pacientes e outras 11 pessoas testadas aguardam resultado. Os casos suspeitos, não tem sexo nem idade, estamos todos em uma mesma condição. O boletim epidemiológico aponta na cidade são 30 notificações para a população menor que um ano; 123 entre 1 a 4 anos; 68 entre 5 a 9 anos; 141 entre 10 a 19 anos; 1324 entre 20 a 39 anos; 827 entre 40 a 59 anos; além de 346 casos suspeitos de pessoas com mais de 60 anos. A população do sexo feminino é a mais atingida, com 1480 notificações. Enquanto isso, 1379 casos suspeitos são do sexo masculino.

Entre as confirmações, a faixa etária mais afetada continua sendo composta pela população entre 40 a 59 anos, contabilizando 134 pessoas. Um paciente possui menos de um ano de idade, quatro entre 1 a 4 anos; três entre 5 e 9 anos; seis entre 10 a 19 anos; 107 entre 20 a 39 anos; além de 57 pessoas com 60 anos ou mais. Em relação ao sexo, 172 pacientes equivalem ao sexo feminino e 140 pessoas equivalem ao sexo masculino.
 
Nos hospitais a luta dos pacientes e profissionais de saúde são do mesmo lado. Contra a doença que atinge 24 pacientes com quadro clínico compatível à Covid-19 estão internados no Centro de Terapia Intensiva (CTI) e 28 se encontram no setor de enfermaria. 
 
Atualmente, Divinópolis conta com 94 leitos de terapia intensiva e 135 leitos de enfermaria destinados exclusivamente para pacientes de coronavírus. O boletim aponta taxa de ocupação de 25,5% no CTI e 20,7% no setor de enfermaria. Outras 1506 pessoas anteriormente internadas ou atendidas com quadro suspeito de coronavírus se encontram em isolamento domiciliar até a presente data.
 
Não são apenas números, são vidas, pessoas que se vão e deixam saudades. Aqueles que se recuperam e deixam a esperança. Aqueles que se vão deixam o exemplo de luta e perseverança. 
 
 

Publicidade
Veja também
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!