Publicidade

Estudante de enfermagem é internada e morre. Amigos acusam negligência médica

Postado em 24/12/2019 9:20

A morte da estudante de enfermagem Lohayna Beatriz Oliveira Folhadela, que faleceu no último domingo (20), levanta suspeitas de negligência médica. O fato ocorrido no Hospital Rio Negro, no Centro de Manaus, capital do Amazonas.

Um amigo disse a imprensa local que a jovem chegou a ir diversas vezes ao hospital durante uma semana apresentando sintomas como dor de garganta e febre alta, mas era sempre medicada e mandada de volta para casa. Em umas voltas ao hospital, ela foi diagnosticada com pneumonia sem ter feito exames iniciais e, mesmo assim, não foi internada.

Ela somente foi internada na quinta-feira (19) quando apresentou pioras no caso. Foi sedada e entubada com infecção generalizada e insuficiência renal, assim permaneceu durante quatro dias. No domingo, (22), às 14h, ela teve uma parada cardíaca e não resistiu.

Outra amiga de Lohayna esteve no hospital acompanhando todo o processo e contou que os médicos começaram a levantar suspeitas de H1N1 pelo fato de, há uma semana, uma moça ter falecido com este diagnóstico. Na liberação do corpo, foi dito que o velório teria que ser com o caixão lacrado e, se pudesse, com o uso de máscara.

Antes, no mesmo hospital, uma grávida de sete meses, Morreu durante um procedimento pós parto. E o garoto de 10 anos em uma cirurgia simples.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!