Publicidade

Com indicadores em alta a cidade de Divinópolis permanece na ‘Onda Vermelha’ mais restritiva do Minas Consciente

Postado em 25/06/2021 14:42

O comitê estadual de enfrentamento a pandemia da Covid-19 analisou o Relatório Técnico nº 63/SES/COES MINAS COVID19/2020, emitido pelo Centro de Operação de Emergências em Saúde – COES-Minas. A grande novidade da semana foi a realização de uma comparação entre os casos leves, casos graves e óbitos e, apesar da alta taxa de casos leves, o número de casos graves e óbitos vem diminuindo consideravelmente, o que implica que apesar da alta incidência, as pessoas estão contraindo o vírus, mas seus sintomas não vem se agravando na mesma proporção do que se via anteriormente. 

Na análise das ondas por macrorregião, a Oeste, onde está Divinópolis segue na ‘Onda Vermelha’  e apontada como ‘Cenário Epidemiológico e Assistencial Desfavorável’.  Foi considerado  que os indicadores da semana, com estabilidade em patamares relativamente altos, esse não seria o momento de flexibilizações.

Recomendou-se para o enfrentamento à pandemia, especialmente em Cenário Epidemiológico e Assistencial Desfavorável, envolvendo monitoramento de oxigênio e medicamentos, a transferência de pacientes clínicos preventivamente para fins de diminuição da pressão assistencial, comunicações social e sanitária, monitoramento de contatos, entre outras.

Advertisement

O grau de risco da macrorregião oeste passou de 29 para 30, em uma tabela em que o máximo é 32. A microrregião de Divinópolis estava com grau de risco 19 e subiu para 22. 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!