26 milhões de pessoas têm fobia social; transtorno pode acarretar vários prejuízos

Postado em 31/08/2019 11:31

 

Pelo menos 13% dos brasileiros, o que equivale a 26 milhões de pessoas, possuem transtorno de ansiedade social, popularmente conhecido como fobia social. A informação é do Congresso Brasileiro de Psiquiatria.

O transtorno é caracterizado pela ansiedade e pelo excessivo medo de ser exposto. Quem possui fobia social, tem receio de ser avaliado e julgado por outras pessoas.

Entre os principais sintomas estão sudorese, taquicardia, boca seca, tremor, tensão muscular, rubor facial e náusea. Os sinais podem surgir a qualquer momento, e a fobia social pode ser desencadeada em qualquer circunstância, como reuniões ou festas, fazendo com que a pessoa se sinta angustiada só de notar que está sendo observada.

O indivíduo, na maioria das vezes, é bastante inseguro, não tem autoestima e, por isso, se sente inferior. Em alguns casos, o nervosismo é tão intenso que os sinais de ansiedade e insegurança ficam muito claros.

A fobia social pode acarretar diversos prejuízos na vida dos indivíduos, que envolvem situações pessoais, profissionais e sociais, já que a tendência é que a pessoa se isole constantemente. Além disso, ela pode vir acompanhada de outros transtornos mentais, principalmente depressão e abuso ou dependência de substâncias psicoativas, como o álcool.

O transtorno tem tratamento e é feito com medicamentos e psicoterapia, que consiste na utilização de técnica que permite que o indivíduo aprenda, aos poucos, a lidar com acontecimentos que geram ansiedade.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com