Publicidade

Igreja celebra Santo Antônio que é bem mais que o santo casamenteiro

Postado em 13/06/2021 7:42

Santo Antônio é um dos mais populares da Igreja, mesmo dentro dela. Talvez pelo tempo recorde da canonização, sendo a mais rápida da história, nasceu-se o folclore que os pedidos ao santo são rapidamente atendidos e dessa forma, um dos mais populares: casamento.

Antônio foi um homem que viveu fora do tempo, um intelectual, o frade circulou por parte considerável da Europa do século 13 e ajudou a consolidar o papel dos franciscanos, cuja ordem havia acabado de ser fundada. Em Brasil, com a presença portuguesa, veio as bem aventuranças de Santo Antônio de Lisboa que morreu em 13 de junho de 1231.

No Brasil o santo ganhou simpatia, alegria e a fama de casamenteiro. Os relatos de milagres em vida e pós morte. Protetor das coisas perdidas. Protetor dos casamentos. Protetor dos pobres. Durante suas pregações nas praças e igrejas, muitos doentes ficavam curados. Redigiu os Sermões, tratados sobre a quaresma e os evangelhos, que estão impressos em dois grandes volumes de sua obra.

Advertisement

Certo que Santo Antonio teve um momento ainda mais especial quando por um acaso foi parar na Sicília, em um grande encontro de mais de 5 mil frades franciscanos chamado Capítulo das Esteiras. Lá, Antônio conhece pessoalmente São Francisco de Assis. Não sabemos o houve, mas após o episódio Frei Antônio passa 15 meses como um eremita no monte Paolo e depois assume como o primeiro leitor de Teologia da Ordem.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!