Dom Walmor preside missa de abertura da Campanha da Fraternidade 2020 em Aparecida (SP)

Postado em 29/02/2020 10:18

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realiza no próximo domingo, 1º de março, às 8h, a missa de abertura da Campanha da Fraternidade de 2020. A celebração acontece no Santuário de Aparecida (SP), templo que abriga a Imagem da Padroeira do Brasil. O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, preside a Eucaristia, concelebrada pelos representantes da coordenação executiva da Campanha e membros da presidência da Conferência.

O arcebispo de Aparecida (SP), dom Orlando Brandes, reforça que a Basílica de Aparecida é um Santuário Nacional e que, por este motivo, o presidente da CNBB rezará junto à Padroeira do Brasil para abrir mais solenemente, de forma nacional, a Campanha da Fraternidade. “Isso tudo quer dizer: Vamos abraçar essa Campanha da Fraternidade porque ela é vida plena e com sentido para todos”, explica o arcebispo de Aparecida.

Durante a celebração, acontecerá a leitura da carta enviada pelo Papa Francisco para a Campanha da Fraternidade deste ano. Na mensagem, o Pontífice chama a atenção para a necessidade de fortalecer o valor da vida. Além disso, recorda que a conversão não deve ser separada do serviço aos irmãos e irmãs, “sobretudo aos mais necessitados”, escreve Santo Padre.

Também durante a celebração, uma relíquia com um fragmento do corpo de Santa Dulce dos Pobres será entronizada por crianças e ficará exposta no Altar Central ao longo da celebração. A religiosa baiana serviu de inspiração para a Campanha da Fraternidade deste ano, que tem como tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). “O que a gente vai vivenciar nesse período da quaresma, Irmã Dulce vivenciou sua vida toda: Viu, sentiu compaixão e cuidou dele com amor. E ela dizia muito: o importante é fazer a caridade, não falar na caridade. Uma pessoa humilde, simples, nunca procurou divulgar o que fazia e sim estar sempre perto daqueles que mais precisavam. Sua obra é hoje seu maior testemunho”, afirma a sobrinha de Irmã Dulce, Maria Rita Pontes.

A celebração será transmitida pela TV Aparecida, Rede Aparecida de Rádio e portal A12.com. A TV Cultura, de São Paulo, e as emissoras católicas TV Horizonte, TV Nazaré e TV Imaculada também retransmitem a missa. Após a celebração, o presidente da CNBB participará do programa Terra da Padroeira, da TV Aparecida. Depois do programa, dom Walmor Oliveira de Azevedo também concederá entrevista aos jornalistas em Aparecida.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!