Publicidade

Médicos denunciados pelo MPMG por homicídio em Poços de Caldas vão a julgamento em BH

Postado em 02/02/2021 11:08

Teve início nesta quinta-feira, 28 de janeiro, em Belo Horizonte, o julgamento de três dos quatro médicos acusados de matar uma criança de dez anos em Poços de Caldas, no Sul de Minas Gerais. Um dos médicos denunciados pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) teve o julgamento desmembrado. Os crimes teriam ocorrido em abril de 2000. A previsão é que o julgamento dure entre dois e três dias.

No julgamento iniciado na manhã desta quinta-feira, a acusação está sendo feita pelos promotores de Justiça Ana Cláudia Lopes, Renato Teixeira Rezende e Giovanni Avelar Vieira, os três com atuação no Tribunal do Júri. O coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais (Caocrim), promotor de Justiça Marcos Paulo de Souza Miranda, também acompanha o julgamento.

Os quatro foram denunciados pelos crimes dispostos nos artigos 121, parágrafo 2º, inciso I e parágrafo 4º, última parte, do Código Penal (matar alguém). A pena: reclusão de seis a 20 anos. Os três profissionais que serão julgados também responderão pelo delito do artigo 14 da Lei 9434/97 (remover tecidos, órgãos ou partes do corpo de pessoa ou cadáver, em desacordo com a lei). A pena: reclusão de dois a seis anos.

O processo, depois de tramitar inicialmente na Justiça Federal, foi remetido para a Justiça Estadual, sendo que, diante dos riscos de comprometimento da imparcialidade dos jurados na cidade de Poços de Caldas, foi transferido para Belo Horizonte.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!