Publicidade

Homem assedia mulher casada e tenta matá-la em Simonésia

Postado em 25/01/2021 0:10

Na noite de sábado (23/01) a Polícia Militar foi informada que na UPA de Simonésia, uma mulher havia dado entrada, vítima de disparos de arma de fogo, e que ela teria sido atingida por dois disparos, sendo um no rosto e outro no ombro esquerdo, mas não corria risco de morte.

A equipe PM fez contato com a vítima, uma mulher de 32 anos, que relatou que o fato ocorreu em São Simão do Rio Preto, Distrito de Simonésia. Disse que o autor dos disparos, um homem de 50 anos, que é conhecido da família, teria lhe assediado, por meio de mensagens via aplicativo WhatsApp de maneira insistente e que por ela não ter correspondido ele teria praticado o crime. O marido da vítima ainda disse que a mulher chegou a comentar com ele essa situação e neste domingo teria conversado com o autor pelo WhatsApp dizendo para ele se afastar de sua mulher.

No momento dos disparos, a vítima disse que estava em companhia de seus dois filhos, um de 09 e outro de 05 anos assistindo TV, quando alguém bateu à porta de sua casa, e que ao atender o autor já foi entrando com uma arma em punho tipo revólver, tendo disparado contra ela. E que nesse instante os filhos da vítima entraram na frente dela e gritaram para o autor não matar a mãe; tendo então a vítima conseguido empurrar o autor para fora da casa, trancando a porta. Contudo o autor ainda arrombou uma das janelas da sala e efetuou mais dois disparos, e logo após foi fugiu. Instantes depois o marido da vítima chegou em casa e a socorreu.

Advertisement

Equipes policiais militares deslocaram imediatamente para São Simão do Rio Preto em busca do autor. No distrito, as equipes foram informadas por populares que o autor não reside em Rio Preto, e após ter morado por 6 anos na localidade foi para a cidade de São Paulo, permanecendo 1 ano e 4 meses. Segundo informações, retornou há 4 dias para o distrito tendo alugado uma casa. A equipe deslocou até o local, mas o autor não foi encontrado.

PM permanece em busca de informações a respeito da localização do autor deste crime, e conta com o apoio da comunidade que pode contribuir através de denúncias via 190 ou 181, Disque Denúncia.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!