Codevasf lança mais de 180 mil alevinos de espécies nativas em rios e córregos da bacia do São Francisco em MG - Portal MPA

Publicidade

Codevasf lança mais de 180 mil alevinos de espécies nativas em rios e córregos da bacia do São Francisco em MG

Postado em 01/11/2021 11:31

Codevasf lança mais de 180 mil alevinos de espécies nativas em rios e córregos da bacia do São Francisco em MG

Foto https://www.codevasf.gov.br//Codevasf lança mais de 180 mil alevinos de espécies nativas em rios e córregos da bacia do São Francisco em MG

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf)​ tem realizado uma série de peixamentos em rios e córregos da bacia hidrográfica do São Francisco em Minas Gerais.

​Nas ações que estão em andamento entre outubro e novembro, 184 mil alevinos das espécies nativas curimatã-pacu, matrinxã e pacamã deverão ser lançados na região.​ ​​​No primeiro semestre deste ano outros 132 mil alevinos​ foram soltos.​

Os rios e córregos beneficiados por essa ação passam pelos municípios mineiros de Três Marias, Patos de Minas, São João da Lagoa, Esmeraldas, Nova Porteirinha, Janaúba, Piumhi, Iguatama, Perdigão, Passa Tempo e Montes Claros. Os alevinos foram produzidos no Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Três Marias (MG).

De acordo com o superintendente regional da Codevasf em Montes Claros, Marco Câmara, com essas ações a Companhia não só está promovendo a revitalização da bacia do São Francisco, como, também, a reintrodução de espécies consideradas ameaçadas de extinção, como é o caso da matrinxã.

“Também estamos promovendo a recomposição dos estoques pesqueiros de curimatã-pacu e pacamã, visando, além da variedade de espécies, a disponibilidade de proteína animal e o aumento da renda das famílias de pescadores e ribeirinhos”,​ afirma​ Câmara.

Para o chefe do Centro Integrado de Três Marias, Julimar Santos, a Codevasf busca, com esse trabalho, a promoção e o cumprimento de sua missão institucional de garantir desenvolvimento regional com respeito ao meio ambiente e em sintonia com as políticas públicas do governo federal.​