Procurador que reclamou de salário ganha bem mais que R$24 mil por mês

Postado em 10/09/2019 9:05

O procurador de Justiça Leonardo Azeredo dos Santos, que reclamou em uma reunião com colegas de receber o “mizerê” de R$24 mil por mês, ganha, na  bem mais segundo dados do portal da transparência do Ministério Público de Minas.

Somente em março, mês em que obteve o menor valor, foi mais que o dobro de R$ 24 mil. Nesses sete meses, a média recebida por ele foi de R$ 68.275,34. O rendimento líquido total do procurador é, realmente, um pouco abaixo de R$ 24 mil. Mesmo assim, outros valores se somam ao salário. Em julho, por exemplo, que é o último mês com os dados disponíveis para consulta, Leonardo recebeu indenização de R$ 9.008,30, e remunerações retroativas/temporárias, de R$ 32.341,19. Ao todo, o valor recebido, incluindo o salário, foi de R$ 65.152,99.

Em janeiro, os valores foram ainda mais alto. Além do rendimento líquido total, de R$ 23,803,50, o procurador recebeu indenização de R$ 42.256,59, e o valor de R$ 21.755,21, relativo de outras remunerações retroativas/temporárias. Os procuradores ainda têm outros benefícios, como o auxílio alimentação, auxílio-saúde, valor equivalente a 10% do subsídio.

Em um áudio, pode-se ouvir, o momento em que Leonardo solicita direito de palavra e desabafa diante do procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, e de outros colegas. Ouça áudio Rádio Itatiaia:

 

 

Fonte: Rádio Itatiaia/Estado de Minas

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com