Presidente de CPI afirma que apuração de irregularidades do IPTU será transparente

Postado em 13/04/2019 7:50

A Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada pela Câmara Municipal de Divinópolis para apurar possíveis irregularidades no Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) realiza na segunda-feira, 15 o segundo encontro para definir as diretrizes de trabalho.

O vereador Renato Ferreira (PSDB) é o presidente da CPI e o vereador César Tarzan, o relator. O vereador Eduardo Print Junior foi nomeado como Relações Públicas da CPI e os vereadores Marcos Vinícius (PROS) e Edson Souza (MDB) completam a comissão como membros.

A Comissão foi criada para apurar o cadastro irregular de 26,2 mil imóveis que, segundo a Câmara, estão abaixo da cota básica do município desde 1998, tomando como base histórica dados do exercício de 1993, que é o foco principal da agenda de trabalho.

A proposta do trabalho dos parlamentares é discutir a responsabilização dos envolvidos e desta forma corrigir a distorção. O presidente enfatizou durante a reunião que o trabalho da CPI será marcado por transparência. Todas as reuniões do plenário serão abertas público.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com