Publicidade

Adair Otaviano entra com recurso contra eleição de Ademir Silva e Hilton de Aguiar por compra de votos

Postado em 10/02/2021 19:09

 

O ex-vereador de Divinópolis Adair Otaviano informou que entrou com um recurso pedindo a cassação dos mandatos dos vereadores Ademir Silva e Hilton de Aguiar, do MDB, sob a acusação de compra de votos.

Advertisement

Segundo Adair, o recurso foi apresentado há cerca de 20 dias, depois que ele tomou conhecimento de que uma denúncia havia sido apresentada ao Ministério Público, acusando os vereadores eleitos de compra de votos. “A denúncia foi feita por um cidadão comum. Mas eu quando tomei conhecimento e vi que tinha fundamento, decidi entrar com o recurso, para que eles esclareçam na Justiça”, disse o político.

Ainda de acordo com Otaviano, Ademir é acusado de pagar para calçar uma rua, durante período eleitoral, e Hilton teria prometido cargos a eleitores durante a campanha.

O Sistema MPA procurou o MP para esclarecimento sobre a denúncia, mas não houve resposta até essa publicação.

O vereador Ademir Silva disse que não recebeu nenhuma notificação do MP. “Coisa de quem foi vereador por 20 anos e agora perdeu. Infelizmente calúnia contra uma pessoa que trabalha muito por nossa cidade”, afirmou.

Hilton de Aguiar disse que não tem conhecimento das acusações. “Nós não recebemos nada, mas nossa defesa já está sendo preparada. A acusação não procede e o ônus da prova é de quem acusa. A eleição foi ganha nas urnas, de forma limpa e o Adair ganhou várias vezes, mas perdeu essa. Aceita que dói menos”, disse o vereador.

Vereador por cinco mandatos, Adair Otaviano recebeu  1422 votos na última eleição, ficando como segundo suplente do MDB na Câmara.  O também ex-vereador Dr. Delano Santiago, que obteve 1643 votos, é o primeiro suplente do partido. Ademir Silva , com  1922 votos, e Hilton de Aguiar,  com 1648, foram eleitos.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!