Publicidade

Wanderson Silva e Jhonny Campos são presos após protesto na Prefeitura

Postado em 28/05/2020 16:15

Os jovens Wanderson Silva (28) e Jhonny Campos (26) receberam voz de prisão durante a tarde de hoje (28) em Divinópolis.

A dupla de pré-candidatos realizava filmagens na porta da sede da Prefeitura, no bairro Belvedere, por volta de 13:00. Ambos exigiam esclarecimentos após a acusação do deputado federal André Janones, que ontem afirmara que a Prefeitura de Divinópolis não se pronunciara acerca de uma verba de cerca de R$ um milhão para a saúde do município.

O vereador Adair Otaviano, de 53 anos, estava no local e foi abordado por Wanderson e Jhonny. Houve desentendimento entre as partes, e Adair alegou estar a sofrer perseguição da dupla através de supostas ameaças e difamações.

O prefeito Galileu Machado procurou pela Polícia Militar e disse estar sofrendo constrangimento por parte dos autores. Apontou, também, que Wanderson e Jhonny praticaram crime de perturbação do trabalho ao causar tumulto na Prefeitura. Galileu afirmou se tratam de pré-candidatos a vereadores e que estão usando mentiras para denegrir a imagem do prefeito.

A Polícia Militar deu voz de prisão aos acusados. Dessa forma, Wanderson e Jhonny foram conduzidos pacificamente à delegacia de polícia sob as acusações de perturbação do trabalho e ameaça.

Os celulares dos suspeitos foram confiscados pelas autoridades.

Atritos Antigos

Os vereadores Rodrigo Kaboja, Renato Ferreira e Adair Otaviano estão em rota de colisão com Wanderson Silva e Jhonny Campos. Nos últimos meses, as partes têm entrado em brigas públicas.

O trio de vereadores chegou a formalizar inícios de processo contra a dupla.

Wanderson Silva e Jhonny Campos são moradores da região do Davanuze e se apresentam publicamente como pré-candidatos ao posto de vereador.

 

Publicidade
Veja também
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!