Publicidade

Três Corações: suspeito de matar a esposa na frente das filhas é preso

Postado em 29/12/2020 8:50

 

Um homem, de 35 anos, foi preso, na tarde desta segunda-feira (28/12), após torturar até a morte a esposa, de 32. O crime ocorreu em Três Corações, Sul do estado, na frente das quatro filhas do casal, com idades entre 6 e 11 anos, na madrugada de hoje. O suspeito foi localizado por policiais militares na cidade de Conceição do Rio Verde, cerca de 60 quilômetros de distância, e foi apresentado à Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) na Delegacia de Plantão, onde foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio.

Uma mulher foi morta a facadas na madrugada desta segunda-feira (28/12), em Três Corações, no Sul de Minas. O caso teria acontecido na frente das quatro filhas do casal. O suspeito do crime é o companheiro da vítima, que está foragido.

Mulher foi morta na frente das quatro filhas (foto Arquivo Pessoal divulgação)

De acordo com a Polícia Militar, a vítima é Camila Miranda Bandeira, de 32 anos, e quando os militares chegaram ao local, o Samu estava fazendo o socorro. “Ao chegar ao local, fomos informados pela equipe do Samu que a vítima estava inconsciente e com várias lesões pelo corpo, principalmente na face”, foi informado em um trecho do boletim de ocorrência.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Três Corações, Hipolita Brum de Carvalho, as apurações iniciais indicam que o crime foi motivado por ciúmes. “Na data de ontem (27/12), o suspeito, desconfiado de que a vítima estava o traindo, tomou o celular dela à força. Posteriormente, ambos entraram em discussão. Alterado, ele a agrediu com bastante brutalidade e, com requintes de crueldade, veio a matá-la, na frente das filhas”, descreve a delegada.

Conforme registrado na ocorrência, depois de trancar a esposa e as crianças em um cômodo da residência, o homem chegou a cortar o cabelo da companheira usando uma faca e a agredido com chutes na região da cabeça e do tórax. Após o crime, o próprio suspeito teria acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e, em seguida, fugido do local.

Após autuação em flagrante pelo delegado plantonista Vinicius de Barros Mendonça, o investigado foi encaminhado ao sistema prisional, onde está à disposição da Justiça. As investigações prosseguem pela Deam para conclusão do inquérito policial.

Denúncia

A delegada Hipolita reforça a importância da denúncia dos casos de violência doméstica e familiar. “Ao menor sinal de violência, denunciem. Não fiquem caladas em suas residências. E as pessoas que estão ao redor – parentes, vizinhos – também devem denunciar, inclusive pode ser de forma anônima”, ressalta.

Além das unidades policiais, os fatos podem ser registrados via Delegacia Virtual (www. delegaciavirtual.sids.mg.gov.br), para os crimes de lesão corporal/vias de fato, ameaça e descumprimento de medida protetiva, ou informados à Central de Atendimento à Mulher – 180.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!