Publicidade

TJMG e Polícia assinam parceria para cessão de prédios do judiciário à corporação.

Postado em 11/10/2019 13:35

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Nelson Missias de Morais, se reuniu nesta quinta (10/10), com lideranças da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e com o secretário de estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy para tratar de parcerias entre as instituições para a cessão de prédios do Judiciário à corporação.

O grupo era composto pelo delegado-geral Wagner Pinto de Souza, pela superintendente de investigação e polícia judiciária, Ana Cláudia Oliveira Perry, e pela delegada Carla Cristina Oliveira Santos Vidal.

Também estiveram presentes a superintendente da Coordenadoria da Infância e da Juventude (Coinj), Valéria Rodrigues Queiroz; o desembargador Adilson Lamounier; o juiz auxiliar da Presidência, Jair Francisco dos Santos e o deputado Doorgal Andrada Filho.

Para o presidente Nelson Missias, é uma honra assinar o convênio com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag): “Os profissionais da polícia judiciária precisam de espaços melhores para desempenhar apropriadamente suas atribuições. Além disso, estamos sempre dispostos a colaborar com o Estado, sobretudo neste momento em que é necessário minimizar gastos”, disse.

De acordo com o presidente Nelson Missias, o Judiciário estadual mineiro está investindo em fóruns em todo o estado, como forma de oferecer boas condições de atendimento ao cidadão e um ambiente de trabalho adequado para as equipes e profissionais da Justiça.

Com isso, torna-se possível a liberação e cessão de imóveis, começando com as unidades de Varginha e Barbacena. “Com a construção de edificações modernizadas, alguns prédios estão sendo liberados e podem ganhar nova destinação. Essa medida é prova de um gerenciamento responsável e eficiente dos recursos públicos, de colaboração entre os órgãos do Estado e de sustentabilidade”, frisou o magistrado.

Cooperação

Para o secretário de Estado, Otto Levy, essa é mais uma das várias parcerias do Tribunal com o governo. “Significa, obviamente, economia e redução de custos, mas a medida propicia, principalmente, melhores instalações para a prestação de serviços ao cidadão”, resumiu.

O delegado-geral Wagner Pinto de Souza agradeceu ao presidente, em nome da instituição, pela sensibilidade em relação a problemas enfrentados pela Polícia Civil. Ele destacou que o protocolo de intenções representa uma oportunidade de incrementar a estrutura física da corporação que, infelizmente, conta com prédios em situação inadequada no território mineiro.

Para a desembargadora Valéria Rodrigues Queiroz, a população mineira é a maior beneficiária da cooperação, pois a melhoria das condições de trabalho permite o aprimoramento do atendimento das necessidades dos cidadãos.

O desembargador Adilson Lamounier e o deputado Doorgal Andrada Filho, naturais de Barbacena, também salientaram o ganho para as comunidades das comarcas que receberão os imóveis. “Essa parceria, além de dar dignidade às pessoas que trabalham e transitam nas delegacias, atende a um pedido da Polícia Civil”, afirmou o parlamentar.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!