Publicidade

Polícia Civil prende aluno e instrutora de autoescola por tentar fraudar prova de legislação

Postado em 24/05/2021 21:31

 

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante um candidato que tentava fraudar a prova de legislação para obter a Carteira Nacional de Habilitação. O caso ocorreu hoje (24/5), na cidade de Formiga, região Centro-Oeste do estado. Durante a realização do exame, um dos responsáveis pela aplicação do teste percebeu que o homem, de 29 anos, se mostrava bastante nervoso e agitado. Os examinadores flagraram que o suspeito, sentado ao fundo na sala, tirava fotos da prova utilizando um celular.

Advertisement

Diante das evidências, um dos policiais civis que atuavam na aplicação do exame solicitou ao candidato a verificação do aparelho, sendo constatadas diversas mensagens enviadas por meio de aplicativo, direcionadas à professora da autoescola responsável pelas aulas de legislação, com a foto de questões e o pedido de apontamento da resposta correta.

Constatada a fraude, tanto o candidato quanto a professora foram detidos e encaminhados à sede da Delegacia de Polícia Civil em Formiga, onde foram autuados em flagrante pelo crime de fraude em certame público. Conforme previsão legal, foi arbitrada fiança, e os suspeitos efetuaram o pagamento.

O delegado regional Tiago Veiga ressalta: “Tentar burlar o sistema de exames de legislação é crime, e os examinadores estão atentos a todos possíveis mecanismos de fraudes. Além disso, pode custar a liberdade, o emprego e ainda acarretar sanções administrativas contra a autoescola”.

Por fim, a gestão da Banca Examinadora informa que tomará medidas para reforçar a segurança das provas de legislação, para evitar que episódios de fraude se repitam.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!