Publicidade

Polícia Civil bate recorde na apreensão de drogas

Postado em 26/12/2019 17:32

O maior montante de drogas apreendidas por um departamento em toda a história da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). O Departamento Estadual de Combate do Narcotráfico (Denarc) encerra 2019 com números expressivos, sobretudo no volume de drogas recuperadas: 4820 quilos em um ano. O número representa um aumento de 389% no volume arrecadado, comparado ao ano anterior. Consequentemente, a proporção de prisões também cresceu: 25% em comparação ao mesmo período.

O chefe do Denarc, Júlio Wilke, acredita que esses números são reflexo de um trabalho bem planejado, mas também resultado do empenho dos policiais da unidade. Delegados, investigadores e escrivãs realizaram 99 operações policiais em 2019, 39% a mais que em 2018.

“Graças ao trabalho de inteligência e a expertise de todos os policiais do Denarc, conseguimos terminar o ano com um saldo muito positivo. Nosso objetivo para o próximo ano é intensificar ainda mais o combate ao tráfico de drogas no atacado e, consequentemente, trazer maior tranquilidade ao cidadão mineiro”, destaca Wilke.

 

Operações de destaque

Em maio deste ano, o Denarc desencadeou operação policial tendo como alvo o tráfico de drogas nas dependências da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na ocasião, foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão na instituição de ensino e nas casas dos suspeitos. Três pessoas foram presos no diretório acadêmico da Faculdade de Filosofia da UFMG e outros três investigados, indiciados durante a mesma investigação policial. Todos irão responder por tráfico e associação ao tráfico de entorpecentes. As investigações foram concluídas em julho.

Ainda este ano, a equipe do Denarc desarticulou um esquema envolvendo o tráfico internacional de drogas, resultando na apreensão de mais de duas toneladas de maconha vindas do Paraguai. A droga apreendida era produzida no país vizinho e entrava no Brasil pelo Mato Grosso, onde motoristas de caminhão eram aliciados para fazer o transporte do entorpecente escondido em cargas agrícolas. A droga ainda fazia o trajeto pelo Triângulo Mineiro antes de chegar ao destino final. Quatro pessoas foram presas.

 

Incineração

Na presença de promotores do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e da Vigilância Sanitária, cerca de seis toneladas de drogas apreendidas foram encaminhadas, no dia 24 de outubro, para incineração em uma siderúrgica, na cidade de João Monlevade. Dentre o material estavam 5,5 mil quilos de maconha, 264 quilos de cocaína, além de remédios de uso controlado e vasilhames.

 

Ações sociais

Aliado à atividade investigativa e operacional, o Denarc ainda participou de projetos de caráter pedagógico e preventivo, por meio de palestras e blitz educativas durante todo ano. Na Semana de Combate às Drogas as ações nas escolas foram intensificadas, a fim de promover o esclarecimento sobre diretrizes de prevenção, tratamento, recuperação e reinserção social.

E para fechar o ano, os policiais ainda distribuíram brinquedos para 171 crianças do Instituto Pedagógico Sonho da Vovó I e II, no bairro Guarani. Além do caráter filantrópico, a iniciativa proporciona uma aproximação humanizada da polícia com a sociedade.

Publicidade
Veja também
Noticias relevantes:
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!