Publicidade

Cliente se recusa a pagar garotas de programa e termina preso acusado de vários crimes

Postado em 24/08/2020 23:38
Publicidade

Um grande transtorno apavorou moradores da região do bairro Concesso Elias, em Nova Serrana, durante a madrugada de hoje (24). Uma briga entre um cliente e duas garotas de programa terminou em caso de polícia.

 

No local, duas profissionais do sexo contratadas pelo autor de 39 anos reivindicavam um valor acordado para um encontro amoroso que aconteceu entre as partes. Agitado, o homem dizia que não pagaria pelo preço pedido, pois o combinado não seria um valor menor.

 

Incomodado com a cobrança, o home proferiu xingamentos contra as mulheres. Em seguida, agrediu as vítimas com socos e chutes.

 

A Polícia Militar foi acionada e compareceu rapidamente. O homem estava agressivo, e por isso foi algemado pela guarnição numa forma de evitar novas agressões entre as partes.

 

As vítimas quiseram representar contra o agressor. O homem poderá ser enquadrado na Lei Maria da Penha. Testemunhas acusam o autor de praticar violência homofóbica, pois uma das mulheres envolvidas é transexual.

 

Militantes defensores da pauta LGBT lamentaram o episódio. “Sou moradora do bairro há anos. As violências contra mulheres, homossexuais e outras minorias é uma realidade no Brasil, mas testemunhar isso perto de minha casa é revoltante. Esperamos que as autoridades punam com rigor”, disse Aline Cláudia Telles, 29, estudante de Direito e militante feminista em Nova Serrana.

 

As vítimas receberam atendimento médico e passam bem.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!