Publicidade

Professores se preparam muito para o ensino virtual e volta as aulas

Postado em 22/02/2021 10:57

Em Divinópolis as escolas particulares, de forma híbrida (mesclando presencial com virtual) já abriram as portas aos alunos. As escolas públicas ainda não retornaram aos trabalhos presenciais. Enquanto o ensino público aguarda as boas notícias, os professores estão se reinventando.

Dayan Botelho de Castro é professor de história e conta que atualmente o trabalho é feito com muito aprendizado. “Aprendemos no dia-a-dia, com vários cursos, com as plataformas, com you tuberes e palestras. Aprendemos a lidar com a câmera e passar a mensagem da melhor maneira possível. O aprendizado veio com estudo e observação, companheirismo, troca, ajuda e a grande questão é a socialização do saber, cada um aprendia um pouquinho em algum lugar e criou-se uma rede. Se um aprendeu a colocar um fundo bacana, passa esse aprendizado, e contando muito com o apoio da escola”, disse.

Outro ponto que ele acrescenta é a participação dos pais. “As famílias ajudaram muito também e davam retorno. Devagar foi construindo uma nova realidade, da troca, do estudo e aprendizado. Para os pais falamos que estamos preparados para receber os alunos, é o lugar mais seguro, todo zelo, conversa e troca de idéias com responsabilidade. Tratamos a pandemia como um problema, que vamos vencer. A luta para abrir a escola é por convicção que se pode contribuir.

Advertisement

Segundo Dayan Botelho é possível o aluno ir para casa não contaminado com o coronavírus e sabendo lidar com o coronavírus, que os pais visitem a escola e veja como estão organizadas, a educação não pode parar, por isso que nós professores nos preparamos muito para esse retorno.

Professor da Universidade Johns Hopkins, o cirurgião Marty Makary, defendeu a retomada de serviços como as escolas para reduzir os danos das restrições prolongadas. “À medida que incentivamos todos a tomar a vacina, também precisamos reabrir escolas e a sociedade para limitar os danos de fechamentos e isolamento prolongado. O planejamento de contingência para uma economia aberta até abril pode trazer esperança para aqueles que estão em desespero e para aqueles que fizeram grandes sacrifícios pessoais”. A Johns Hopkins é responsável por fazer um levantamento independente dos casos de covid-19 em todo o mundo. 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!