Educação paralisa as atividades em apoio a protestos marcados para hoje

Postado em 14/06/2019 14:50

Alguns dos servidores de escolas estaduais, municipais e instituições federais em Divinópolis paralisaram as atividades em protesto a propostas governamentais, como a reforma da Previdência e cortes no orçamento da educação.

São 17 escolas que informaram ao sindicato a paralisação das atividades totalmente, e cinco interromperam parcialmente os trabalhos. Ao todo seriam 25 escolas paralisadas. Acredita-se na totalidade das instituições no horário da concentração, marcado para 15H, na Praça da Catedral, em Divinópolis.

A Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) – Campus Dona Lindu, paralisou totalmente as atividades nesta sexta. A entidade paralisou os serviços em protesto também o bloqueio de recursos na educação. A UEMG decidiu aderir ao movimento, mas não interrompeu o seu funcionamento, e estará aberta durante todo o dia.

Pelo Brasil, das 27 capitais, 19 tiveram o sistema de ônibus afetado pela mobilização. Outras 8 capitais não tiveram interrupção no transporte coletivo por ônibus, mas sofreram com bloqueios de ruas ou estradas por manifestantes, ou tiveram paralisação parcial no metrô — caso de São Paulo e Belo Horizonte, por exemplo.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com