Gerência de Estudos Econômicos da FIEMG aponta avanço nas vagas de trabalho formal em março - Portal MPA

Publicidade

Gerência de Estudos Econômicos da FIEMG aponta avanço nas vagas de trabalho formal em março

Postado em 29/04/2022 17:48
Publicidade

De acordo com dados do CAGED analisados pela Gerência de Estudos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, no Brasil, o saldo foi positivo em 136,2 mil vagas de trabalho formal em março. Em Minas Gerais, o saldo de empregos no mesmo mês foi positivo em 27,4 mil vagas.

O setor de serviços foi o destaque positivo, com um saldo de 111,5 mil vagas no país, seguido da indústria da construção com 25,1 mil vagas. A indústria de transformação chegou a 12,1 mil e o comércio a 352 vagas. A agropecuária destacou-se negativamente, com fechamento de 16 mil vagas em março. Na indústria da transformação, 18 dos 24 subsetores apresentaram resultado positivo, com destaque para couro e calçados, com 4,9 mil vagas em todo Brasil.

Em Minas Gerais, o saldo de empregos em março foi positivo em 27,4 mil vagas. O resultado foi influenciado, em especial, por serviços, com 15,1 mil vagas, com destaque para os subsetores de educação, com 3,8 mil vagas e de atividades administrativas e serviços complementares, que chegou a 3,2 mil vagas.

Na indústria de transformação, foram geradas 3,2 mil vagas em Minas. Dos 24 subsetores, 19 apresentaram resultado positivo, com destaque para produtos alimentícios com 970 vagas, manutenção de máquinas e equipamentos 485 vagas e couro e calçados, com 423 vagas.

De acordo com o Presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Eduardo Soares, a ampla cobertura vacinal que contribuiu para a melhoria do cenário pandêmico e permitiu a reabertura da economia foi o principal influenciador para o resultado positivo em todo país. “Já esperávamos esse avanço num primeiro momento pós pandemia, mas temos que analisar de forma realista e sabemos que a tendência é que haja um equilíbrio nos próximos meses e desaceleração na abertura de vagas. De qualquer forma, é um motivo para comemorarmos nesse 1º de maio, dia do trabalhador. A FIEMG continuará trabalhando pelo desenvolvimento do país, estado e municípios, promovendo um ambiente favorável aos negócios e consequentemente gerando emprego e renda à população”, finalizou o líder empresarial.