Publicidade

Auxilio emergencial 2021: O valor de R$ 250 está previsto para ser pago durante quatro meses, veja quem deve ter direito

Postado em 12/02/2021 19:42

O valor de R$ 250 está previsto para ser pago durante quatro meses. Inicialmente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tinha apresentado o valor de R$ 200 durante três meses, enquanto o Congresso cogitava R$ 300 ou R$ 400 por um período de seis meses.

Preocupados com o orçamento da União, os principais articuladores do governo se mobilizaram para buscar um meio termo entre os interesses do Executivo e do Parlamento.

A nova fase do benefício, deve ter um custo de R$ 30 bilhões. Com previsão para ser liberado no mês de março, o auxílio deve se entender até o mês de junho.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem dito em eventos oficiais que “não é questão de prorrogar o período de auxílio, mas que a população precisa entender que é extremamente necessário ter responsabilidade fiscal”.

Advertisement

Como vai funcionar o BIP 2021 Novo Auxílio Emergencial

Mas então como vai funcionar o novo Auxílio Emergencial BIP em 2021? A primeira grande diferença com o programa que vinha sendo disponibilizado em 2020 é que não são todos os beneficiários que vão receber. 

O maior impacto será o fato de que beneficiários do Bolsa Família não vão receber o novo Auxílio Emergencial em 2021. A ideia é oferecer ajuda apenas para quem ainda não recebe nenhum tipo de pagamento do governo. 

Bônus de Inclusão Produtiva, como indica o nome, também vai exigir que os participantes foquem em sua carreira. De acordo com a F. de São Paulo, os beneficiários vão precisar fazer um curso para receber o novo auxílio emergencial

Essa capacitação profissional será uma exigência já que o programa vai ser ligado à Carteira Verde e Amarela. A intenção é reduzir os encargos trabalhistas para estimulação e formalização de pessoas com menor renda. 

Quem tem direito ao Novo Auxílio Emergencial BIP

Mas e quem vai receber o BIP, novo Auxílio Emergencial, em 2021? Como já foi dito, o plano do governo é que os beneficiários do Bolsa Família continuem com suas parcelas normais e NÃO recebam o novo programa. 

De acordo com a F. de São Paulo, mais de 30 milhões de pessoas vão receber o BIP em 2021. A ideia é que o governo atinja o que o ministro Paulo Guedes chamou de “invisíveis”, aquelas pessoas que estão entre o Bolsa Família e o mercado informal (sem emprego formal e sem auxílio do governo). 

E quando vai começar o BIP 2021? Esse novo auxílio emergencial depende ainda de um corte de despesas do governo em outras áreas. Para que os pagamentos comecem é necessário garantir uma cláusula de calamidade pública na PEC do Pacto Federativo. Para isso já estão sendo feitas articulações com o Senado Federal e a Câmara dos Deputados. 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!