Ano de 2022 terá apenas um feriado nacional prolongado - Portal MPA

Publicidade

Ano de 2022 terá apenas um feriado nacional prolongado

Postado em 23/12/2021 7:15
Publicidade

O ano de 2022 terá apenas um feriado nacional prolongado, a Paixão de Cristo, dia 15 de abril, que tradicionalmente cai em uma sexta-feira, podendo ser emendado com o fim de semana. Isso sem considerar os feriados estaduais e municipais e festejos como o carnaval, que é ponto facultativo (algumas cidades adotam como feriado) e vai de segunda a quarta-feira, dias 28 de fevereiro, 1º e 2 de março.

A portaria do Ministério da Economia, que estabelece os dias de descanso no âmbito da administração pública federal, foi publicada no Diário Oficial da União. Os feriados estaduais e municipais também serão observados nas respectivas localidades, no caso de Divinópolis o aniversário da cidade, 1° de junho já foi antecipado na Onda Roxa.

Três feriados nacionais serão celebrados nos fins de semana, começando com 1º de janeiro, dia da Confraternização Universal e celebração do Ano-Novo, que será sábado. Dias 1º de maio (Dia Mundial do Trabalho) e 25 de dezembro (Natal) serão no domingo.

Além desses, também são considerados feriados nacionais os dias 21 de abril (Tiradentes), 7 de setembro (Independência do Brasil), 12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida), 2 de novembro (Finados) e 15 de novembro (Proclamação da República). Na lista do Ministério da Economia também estão os pontos facultativos de 16 de junho (Corpus Christi) e 28 de outubro (Dia do Servidor Público).

Para o economista do Instituto Vitaltec, Leandro Maia, os feriados prolongados são prejudiciais para o comércio local em cidades cujo turismo não é a principal fonte de geração de renda, como Divinópolis. “Com menos feriados prolongados, o comércio local será beneficiado, uma vez que as lojas e mesmo o setor de serviços ficarão menos tempo fechados. Para cidades que têm vocação turística, os feriados prolongados são positivos, geram renda e atraem pessoas que vão consumir em bares, restaurantes, hotéis e pousadas, ao passo que o comércio em cidades como Divinópolis, sofre muito com excesso de feriados prolongados, devido a saída dos consumidores para regiões turísticas”, avalia.

 

Publicidade