Publicidade

Sintram constata mais uma omissão da Prefeitura de Divinópolis relativa a segurança dos servidores nos locais de trabalho

Postado em 25/05/2021 15:42

Cinco servidores municipais afastados com suspeita de Covid-19, uma servidora entubada e condições de trabalho em total desacordo com os protocolos de segurança da doença. Essa foi a denúncia, que chegou ao conhecimento da diretoria do Sintram, na tarde de ontem (24/05), relativa à situação, que estava sendo vivenciada pelos servidores e população no Centro de Atendimento ao Cidadão – CAC da Prefeitura de
Divinópolis.

Assim que recebeu as informações, diretores do sindicato deslocaram até ao local para verificar as condições de trabalho e cobrar mais uma vez providências da Prefeitura de Divinópolis – que inclusive figura em inquérito civil do Ministério Público do Trabalho devido ao fato de expor os trabalhadores a condições inadequadas desde o início da pandemia do Covid-19. O sindicato realizou várias inspeções,
inclusive neste ano, nos locais de trabalho a pedido do órgão e enviou relatórios, que evidenciaram situações de omissões do gestor municipal relativo à segurança dos servidores. Em inspeção no CAC, ontem (24) a diretoria do Sintram representada pela presidente, Luciana Santos, pelo vice, Wellington Silva, e pela conselheira, Lucilândia Monteiro, verificou várias situações irregulares como: falta de distanciamento mínimo entre as mesas de trabalho, que são coladas umas as outras; falta de aferição de temperatura dos servidores e cidadãos, que adentram no local; os servidores, que fazem atendimento ao público não receberam protetores faciais/óculos para maior proteção; não há divisórias de acrílico entre os trabalhadores, etc.

A diretoria do Sintram, imediatamente, acionou o Centro de Referência em Saúde e Segurança do Trabalhador (Cresst), a Secretaria Municipal de Saúde, e o Secretário de Administração, pedindo providências para segurança dos trabalhadores. Entres os pedidos do sindicato à administração de forma verbal e via ofício constaram: a devida desinfecção do local; testagem de todos os servidores; aferição de temperatura dos servidores e cidadãos, que adentram no local; e respeito ao distanciamento mínimo de segurança contra a Covid-19 com devido rodízio de funcionários e instalação de divisórias de acrílico entre os servidores. Após cobrança do sindicato, estiveram no local a coordenadora do Cresst e enfermeira do trabalho, Inara Tavares, e o secretário de Administração, Thiago Nunes, para execução de medidas de prevenção.

Advertisement

O governo municipal realizou a desinfecção do local e iniciou a testagem dos servidores. O secretário de administração, Thiago Nunes, em diálogo com os sindicalistas garantiu que os servidores do local, que prestam atendimento ao público, estarão vacinados dentro de 15 dias.

FOTO: Sintram

Sindicato constatou desrespeito por parte da administração dos protocolos de segurança da Covid-19, um deles foi a falta de distanciamento mínimo seguro entre as mesas de trabalho dos servidores entre outras irregularidades

Sintram
A presidente do Sintram, Luciana Santos, destacou que a administração atendeu prontamente o pedido do sindicato, no entanto, situações como essas já deveriam ter sido superadas diante de mais de um ano de pandemia do Covid-19. “As denúncias de desrespeito aos protocolos de segurança da Covid-19 e exposição dos nossos servidores continuam chegando para o Sintram, após mais de um ano de pandemia, e um inquérito civil do MPT em andamento contra a Prefeitura de Divinópolis. Um absurdo, sem dúvida! O que estamos pedindo é obrigação do gestor municipal e esperamos que vidas não sejam perdidas devido a essa omissão. Nosso desejo é que o mais breve possível os colegas afastados possam recuperar sua saúde e voltar a trabalhar com a segurança, que têm direito e merecem. Isso é o mínimo que a Prefeitura deve oferece aos nossos servidores”, disse.

Vacinação
A presidente Luciana destacou também a necessidade de vacinação para todos os servidores municipais. “Sempre frisamos a importância do trabalhador municipal dentro do município. Nossa categoria está nos diversos setores e áreas prestando atendimento ao cidadão, é preciso priorizar a vacinação da categoria. O secretário Thiago garantiu que os servidores, que prestam atendimento no CAC serão vacinados, aguardamos a efetivação do compromisso e pedimos a atual gestão, que vacine todos os servidores, que prestam atendimento ao público nos diversos setores da Prefeitura. Isso aumenta a segurança de nossos servidores contra a Covid-19 e também da população divinopolitana”, finalizou Luciana.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!