fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Divinópolis
  • Entidades empresariais de Divinópolis respondem sobre gratuidade para 60 anos

Entidades empresariais de Divinópolis respondem sobre gratuidade para 60 anos

Image
Foto: TV Candidés/Arquivo

Está em tramitação na Câmara de Divinópolis o projeto de lei que diminui a idade mínima para gratuidade no transporte coletivo. Atualmente, idosos com 65 anos ou mais têm o direito do passe livre. O projeto, de autoria do vereador Ademir Silva (MDB), propõe que pessoas a partir dos 60 anos tenham o direito de utilizar os ônibus de forma gratuita.

Na última terça-feira (5), a proposta foi discutida na Câmara e teve discussão. Wesley Jarbas (Republicanos) teria questionado a alteração, pois teme impactos financeiros no município. Ademir rebateu e ressaltou que, nesse aspecto, as finanças não importam e que a Lei traria justiça social. “Eu fiz esse projeto pensando nos idosos de nossa cidade que não tem condições de virem para o Centro. Quem está preocupado com impacto financeiro? Vai dormir!”, disparou o parlamentar.

Após Wesley pedir vista, a votação foi suspensa por sete dias. Além disso, outros vereadores propõem para que a gratuidade seja ampliada.

O que dizem as entidades de Divinópolis?

Nos últimos dias, circularam informações de que instituições relacionadas ao comércio, serviços e indústria de Divinópolis seriam contra o projeto de lei.

A redação do Portal MPA entrou em contato com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Em nota, a entidade afirmou que está estudando o projeto junto com o Grupo Gestor e que se posicionará assim que possível.

Leonardo Antunes, presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Centro-Oeste de Minas (Sinduscon) afirmou que é a favor da gratuidade, mas que precisa de mais esclarecimentos em relação a aplicação da lei. Entretanto, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid) não se pronunciou até o fechamento dessa reportagem.