Copasa: Cobranças indevidas R$ 14,3 milhões são apuradas pela agência reguladora Arsae-MG; caso comprovadas, consumidor até 500 mil contas podem ser ressarcidas - Portal MPA

Publicidade

Copasa: Cobranças indevidas R$ 14,3 milhões são apuradas pela agência reguladora Arsae-MG; caso comprovadas, consumidor até 500 mil contas podem ser ressarcidas

Postado em 11/02/2021 14:33
Publicidade

copasa

Supostos equívocos cometidos pela Copasa afetam 419.983 e podem demandar retificação de mais de 500 mil contas. Erros supostamente cometidos pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) podem ter ocasionado aumentos indevidos nas contas de quase 500 mil consumidores durante a pandemia. Os prejuízos gerados à clientela são estimados em R$ 14,3 milhões.

A suspeita é da Agencia Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG).

Caso fique comprovado que houve erro por parte da Copasa, a agência diz que os clientes terão direito a ressaracimento, concedido por meio de descontos progressivos nas próximas faturas.
 
O consumidor poderá, contudo, optar por uma forma alternativa de restituição integral, combinada mediante negociação  individual com a Copasa.

Publicidade