Publicidade

Candidatos a agente penitenciário sugerem ao governador inclusão dos execedentes na próxima fase do concurso

Postado em 24/01/2019 17:57

Os candidatos aprovados, porém excedentes, nas etapas de prova objetiva, avaliação psicológica e Investigação Social, dentro do Processo Seletivo para agentes penitenciários enviaram uma carta ao governador Romeu Zema, sugerindo a remoção da “cláusula de barreira” que impede a participação deles no restante do Curso.

O atual Processo Seletivo estipulou que 4000 candidatos aprovados iriam para o Curso de Formação a ser realizado entre os dias 30/01/2019 a 06/02/2019, ocorrendo apenas uma segunda chamada para suprirem as possíveis desistências e completarem as vagas. Na visão dos excedentes, como o Curso é de caráter eliminatório e classificatório, ao final estarão aptos um número consideravelmente inferior ao de vagas, em função de reprovações, eliminações, candidatos que estão aprovados em outros certames e também os que irão desistir deste processo seletivo por outros fatores.

Os excedentes, no caso, são importantes em uma futura composição dos quadros do Sistema Prisional Mineiro e consequentemente reestabilização do número de servidores.

A inclusão dos aprovados no Curso de Formação Introdutório que se iniciará em 30/01/2019, até mesmo em virtude dos custos correrem por conta do candidato bem como o fato de o Estado ter um número satisfatório deaptos para serem chamados no prazo de validade do certame, e considerável as despesas com um concurso posteriormente. São outrs argumentos apresentados.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!