Aprenda como cuidar melhor do seu colchão

Postado em 30/05/2019 8:40

Quando as pessoas compram um colchão, elas esperam passar muitos anos para só então adquirir outro. A durabilidade, entretanto, não depende somente da qualidade do material. Com os devidos cuidados, colchões de espuma duram em média  cinco anos, e os de mola têm vida útil de aproximadamente dez anos. A equipe da Premium Colchões preparou algumas dicas para aumentar a vida útil e assim conservar melhor o seu colchão, confira:
 
Não coloque seu colchão no sol. O sol resseca essas células da espuma e faz com que percam a propriedade de retornarem à posição natural.
Evite derramar líquidos no colchão. A urina, por exemplo, pode até corroer as molas internas do colchão.
Não coloque papelão entre o estrado e o colchão.O papelão retém a umidade do ar e mofa o produto, causando mal cheiro.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
Evite “buracos”
Não fique muito tempo sentado na cama. Os colchões foram desenvolvidos para deitar, posição em que o peso está distribuído. Quando sentamos, o peso se concentra em único ponto, o que pode causar deformações.
Atenção: essas deformações são consideradas mau uso e o cliente pode perder a garantia do produto. A sugestão para quem tem o hábito,  de assistir TV na cama, é deitar e usar travesseiros para deixar o encosto mais alto.
Mantenha o quarto sempre arejado. A umidade do ambiente também pode mofar seu  colchão.

Não coloque-o no chão
Coloque o colchão sempre sobre cama, box, ou outra superfície suspensa, mas nunca no chão. Isso também e considerado mau uso colocar o colchão no chão e você pode perder a garantia do produto.  Sempre utilize cama, box ou outra base no tamanho do colchão, nunca maior ou menor. Folgas ou apoios inadequados deformam o produto.
Evite se sentar nas bordas do colchão enquanto usa o computador em uma mesa ao lado da cama, por exemplo. Isso evita deformações.

Faça o rodízio horizontal do colchão
O giro deve ser de 180 graus, ou seja, o lado esquerdo vira o lado direito. O tronco do corpo humano é mais pesado que as pernas, o que significa que força mais a parte do colchão onde se recosta. Na rotação horizontal, o local onde se apoiam as pernas acaba ficando para cima, ou seja, passa a ser onde o tronco se apoiará, equilibrando o desgaste.
Atenção: os modelos com um pillow não têm necessidade de giro de face do colchão. 
 
 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com