Publicidade

Ídolo Nacional: Ayrton Senna completaria 60 anos neste 21/03/2020

Postado em 21/03/2020 15:40

Dia 21 de março de 1960. Há exatos 60 anos, vinha ao mundo um bebê chamado Ayrton Senna da Silva, na Maternidade de São Paulo, no bairro de Cerqueira César, na capital paulista. Filho de Neyde Senna da Silva e Milton Guirado Theodoro da Silva, Ayrton ganhou seu primeiro kart aos quatro anos de idade, se interessou pela velocidade, e o resto é história…

Muito já se escreveu ou falou sobre Ayrton Senna. No ano passado, quando o acidente fatal do tricampeão mundial de Fórmula 1 completou 25 anos, os especiais foram muitos. Mas aqui, é claro que essa data redonda não podia passar em branco. Só que vamos fazer diferente: de 1 a 60, vamos levantar 60 números diferentes sobre a inesquecível trajetória de Senna.

Alguns números já são bem conhecidos, mas outros são bastante curiosos e interessantes. Vamos então contar de 1 a 60 para matar a saudade do ídolo brasileiro?

foi o número do carro de Senna em três temporadas (1989, 1991 e 1992).

2 vezes Ayrton ficou com o vice-campeonato (1989 e 1993).

3 temporadas o piloto disputou pela Lotus, em 1985/86/87.

4 vitórias seguidas Senna obteve em 1988 (Inglaterra, Alemanha, Hungria e Bélgica) e 1991 (EUA, Brasil, San Marino e Mônaco).

5 vezes Senna venceu em 1993, último ano na McLaren.

6 vitórias o brasileiro teve em Mônaco, recorde até hoje.

7 vitórias Ayrton levou no ano de seu tricampeonato, em 1991.

8 foi o número usado por Senna na icônica temporada de 1993.

9 corridas o brasileiro liderou em 1985 – foram duas vitórias.

10 poles Senna conquistou no ano do bi, 1990.

11 temporadas Ayrton Senna disputou na Fórmula 1.

12 foi o número do carro de Ayrton de 1985 a 1988, ano do primeiro título.

13 poles foram obtidas pelo brasileiro em 1988 e 1989.

14 vitórias Senna faturou como companheiro de Prost, que venceu 11 vezes – foram 32 GPs deles como parceiros.

15 participações Ayrton teve pela Toleman, em 1984 – em Imola, não se classificou para o grid.

16 vezes em 16 corridas Senna largou na primeira fila em 1989.

17 anos Senna tinha quando ganhou seu primeiro título internacional no kart, o Sul-Americano de 1977.

18 voltas foram necessárias para Senna passar Prost no GP do Canadá de 1988 – foi a primeira disputa direta entre eles pela McLaren.

19 vitórias de ponta a ponta teve Ayrton.

20 anos e 359 dias Senna tinha quando venceu sua primeira prova no automobilismo, em 1981, pela Fórmula Ford 1600, em Brands Hatch.

21 voltas Senna liderou em sua última prova em Interlagos, em 1994.

22 vezes o tricampeão largou na segunda posição.

23 provas Ayrton abandonou por rodadas ou acidentes.

24 anos Senna tinha quando estreou na F1, em 1984.

25 % de vitórias o tricampeão teve na Fórmula 1.

26 poles de 32 possíveis Ayrton fez entre 1988 e 1989.

27 foi o número do carro de Senna em 1990.

28 anos era a idade de Ayrton quando foi campeão pela primeira vez, em 1988.

29 segundos era a desvantagem de Senna para Prost em Mônaco-1984, quando o brasileiro começou a descontar a vantagem – estava em sete quando a prova foi suspensa.

30 vezes o tricampeão venceu largando da pole position.

31 anos era a idade de Ayrton no tri de 1991.

32 das 41 vitórias de Senna na F1 foram com motores Honda.

33 anos, 7 meses e 15 dias Senna tinha quando venceu pela última vez (Austrália-1993).

34 vezes Senna dividiu a primeira fila com Prost.

35 vitórias Senna conquistou pela equipe McLaren.

36 corridas Senna liderou até vencer pela 14ª vez, no Japão, em 1988, GP do primeiro título.

37% de abandonos Ayrton Senna teve na F1.

38 corridas a menos Senna disputou na comparação com Prost (199).

39 segundos de vantagem Senna colocou sobre Prost em Detroit-1988.

40 % de aproveitamento nas poles Senna teve na Fórmula 1.

41 vitórias Ayrton obteve na categoria.

42 era o número quase sempre usado no kart por Senna.

43 participações a menos Senna teve em relação a Piquet, com 18 vitórias a mais.

44 corridas o brasileiro disputou como campeão mundial vigente.

45 vitórias em 68 corridas Senna teve na Inglaterra, entre 1981 e 1983, na F-Ford 1600, F-Ford 2000 e Fórmula 3.

46 poles o piloto conquistou pela McLaren.

47 voltas foram disputadas antes da batida entre Senna e Prost no GP do Japão de 1989.

48 corridas Ayrton disputou como piloto da Lotus.

49 % de aproveitamento Senna teve em pódios em 161 corridas.

50 % de vitórias o brasileiro conquistou em 1988.

51 voltas foram percorridas pelo piloto para vencer o GP do Japão de 1988, prova do primeiro título.

52 poles somava Senna quando a F1 chegou ao GP 500, na Austrália, em 1990. Isso equivalia a 10,4% das poles da história na época.

53 % das voltas Ayrton liderou em 1988, seu recorde na Fórmula 1.

54 segundos Senna tinha de vantagem sobre Prost quando bateu em Mônaco, em 1988.

55 vezes o tricampeão subiu ao pódio pela McLaren.

56 pontos de média o brasileiro marcou por temporada na F1.

57 pontos somou Senna em 1987, no seu melhor campeonato pela Lotus.

58 poles em 122 GPs tinha Senna quando Schumacher estreou na F1; alemão alcançou mesmo número com 198 corridas.

59 corridas Senna tinha pela McLaren quando Schumacher fez sua estreia na categoria, na Bélgica-1991.

60 corridas Senna liderou como piloto da McLaren.

#SENNASEMPRE

Fonte: Blog Fred Sabino globoesporte.com

Foto Capa: Getty Imagens

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!