Galo comemora bem seus 111 anos e se vê classificado para a semi final do Campeonato Mineiro

Postado em 24/03/2019 17:52

Primeiro Tempo: A Festa Atleticana começou logo cedo, em comemoração aos 111 anos o Atlético Mineiro conseguiu lotar o Mineirão e fez uma festa notória! O clima era de alegria por parte de toda a torcida que empurrou o time logo no início do jogo, os gritos e cânticos fizeram com que a equipe da casa conseguisse se manifestar de maneira efetiva já nos primeiros minutos, causando uma extrema dificuldade para a equipe do Tupynambas que não conseguiu se achar logo nos primeiros minutos, a pressão do Atlético intensificou-se, abafando por completo o time das cores de vermelho, portanto a supremacia de jogo se manteve em apenas uma dasa equipes, a do time de Belo Horizonte. Com tal circunstância o Atlético soube aproveitar essa vantagem e com esse proveito se manifestou de forma constante sobre o jogo, abrindo boas chances para abrir o marcador, porém o chute certeiro ainda não havia vindo, o que fazia com que o Galo procurasse mais e mais abrir o marcador contra o Tupynambas.

O trabalho de bola do Atlético fez com que o jogo ficasse ainda mais sobre as mãos atleticanas que sem quaisquer dificuldades conseguia facilmente obter a bola de seu adversário. Com toda a vantagem que o Galo tinha, mesmo assim fez com que as aparências do mesmo deixassem a entender que o Atlético estava confortável com o placar de zero a zero mesmo tendo incrível vantagem de jogabilidade, com isso o Tupynambas conseguiu obter uma movimentação adentro do campo defensivo atleticano, tendo bons escanteios para ameaçar o time da casa, porém não fora expressivo para concluir a jogada e ampliar o placar, o Atlético portanto soube aproveitar os contra-ataques que lhe eram expostos.

O Atlético soube aproveitar as oportunidades oferecidas pela equipe adversária, com boa estratégia o Galo até que conseguia avançar, porém parecia não haver estímulos para a jogada final, a mesma a qual abriria o placar do jogo, ficando à mercê dessas falhas para tentar abrir o marcador, porém a proximidade que o time alvinegro apresentava era infinitamente maior do que o time do Tupynambas, porém apenas deixava notar-se na pressão suprema contra a equipe de Juiz de Fora.

A festa do Galo enfim começou após os vinte minutos do Primeiro Tempo, com Cazares, numa jogada por dentro da área conseguiu de primeira um chute preciso contra o gol do Tupynambas, fazendo com que a bola enfim balançasse as redes do time visitante, o que favoreceu a vantagem do Atlético e contribuiu para a abertura do placar, assim o Atlético se viu à frente no Primeiro Tempo de jogo.

O jogo enfim esfriou, o clima logo deixou a entender que ambas as equipes se encontravam ”cansadas”, o Galo por mais que apresentou ofensividade não conseguiu obter uma vantagem maior no placar, o que fez com que o Tupynambas também não tivesse grandes oportunidades portanto o jogo não se colocou em uma linha de atuação válida. Indo para o intervalo.

Segundo Tempo:

O Segundo Tempo pareceu andar lado a lado com o Primeiro Tempo, o Atlético jogava inteiramente ”torto” pelo lado direito enquanto que pelo lado esquerdo não conseguia criar suas oportunidades, a impressão que o clube de Belo Horizonte transpassava era de conforto máximo, embora abrisse oportunidades no começo do Segundo Tempo não fora o suficiente para ampliar o placar, portanto tudo o que o Atlético criava parecia ser em vão, porém a vitória mesmo que apertada ainda pertencia ao Clube Atleticano. 

A rotatividade da bola era grande, ambos os times se empregavam sobre o jogo, porém o clima morno ainda permanecia, os estímulos quase nulos se mantiveram pelos minutos seguintes, não apresentando grandes perigos ao longo de seus dezesseis minutos de jogo do outro tempo. Com tal situação o Atlético ampliou o placar para 2 x 0, porém com o decorrer do Segundo Tempo em uma arrancada do Tupynambas sobre a área do gol atleticano um penâlti fora marcado contra o time alvinegro, o que esquentou ainda mais o clima do jogo, o Tupynambas conseguiu diminuir o prejuízo, fazendo com que o placar fosse alterado para 2 x 1, assim a pressão de ambas as equipes se manifestou, forçando ambos os times se enfrentarem com uma intensidade ainda mais notória de perigo. 

O Atlético então diminuiu seu ritmo de jogo, se vendo confortável com o placar, apenas então administrou o jogo enquanto encarava a situação de ataque do time visitante que buscava seu empate. Porém com uma falta de fora da área favorecendo o Atlético; Ricardo Oliveira fez a cobrança fazendo com que a bola fosse em direção ao fundo do lado direito do Gol, deixando com que o nove do time alvinegro deixasse seu gol no jogo contra o Tupynambas, favorecendo o placar para a classificação do Atlético Mineiro e deixando o marcador em 3 x 1. 

À partir do terceiro Gol o Atlético se viu ainda mais inspirado e então tentou correr atrás do quarto gol, aplicando uma pressão imensa sobre a equipe do Tupynambas, porém a troca de passes se estabeleceu diante as movimentações do Atlético que se mostrou forte em todos os setores nesse final do Segundo Tempo.

Assista a Jornada Esportiva:

Veja algumas imagens do Mineirão nesse jogo

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com