Léo Amaral volta dos EUA com mais títulos

Postado em 27/11/2019 17:07

O jogador de futebol e divinopolitano, Léo Amaral, está nos EUA onde conquistou mais dois títulos na temporada. Ele já está se preparando para voltar ao Brasil, com a chegada marcada para 15 de dezembro, data de muita festa ao lado da família e amigos.

Ele trás para o Brasil duas conquistas, o regional e distrito, faltou o nacional onde ele também esteve disputando. Os resultados devem ser festejados sim, além deles a temporada do jogador nos EUA foi a melhor, pelo menos até agora. “Eu creio que eu estava mais adaptado ao futebol daqui e estava mais confiante com o meu próprio futebol, o time encaixou certinho e a gente conseguiu superar as diferenças que temos e ser campeão aqui”, contou ele.

Ele tem o objetivo de estudar e o fato de ser jogador de futebol contribui para isso, ele garante também ter feito um bom trabalho nos estudos. “Isso a gente nunca pode deixar de lado, mesmo perdendo algumas aulas por causas das viagens, a gente tem professores que entendem e nos ajudam ao máximo para que possamos ser um sucesso na faculdade também”, garantiu.

Questionado mais uma vez sobre os desafios, e em resposta a muitas pessoas que também poderiam seguir o mesmo caminho dele, mas teme o fato de ser uma língua diferente. “Eu confesso que tinha esse medo também, mas quando eu cheguei aqui e fui aprendendo eu vi que não justificava. Claro que você tem que está disposto a aprender e tudo mais, mas creio que a melhor forma de se tornar fluente é vindo para cá e vivenciando o dia a dia aqui”, falou.

Ainda para vencer é preciso estar unido, especialmente aqueles que estão aguardando ansiosamente a volta dele. “Eu queria agradecer meu pai e a todos da minha família que mesmo de longe me deram o maior suporte que eu poderia ter, queria também agradecer ao Eduardo Alves que todos conhecem como Dudu e a todo mundo da AEES (sigla de Athletic exchange English schools, que preparou ele para a carreira internacional) e dizer que sem eles nada do que eu vivi aqui nos Estados Unidos seria possível”, garantiu.

Em Divinópolis, a cada comemoração de título ele alertava que haveria ‘Festa no Morro’, a chegada dele será dessa mesma forma. “Não vai ser o principal objetivo (risos) mas sim eu vou tentar aproveitar ao máximo minha família e amigos aí no Brasil, e com isso tem a festa no morro né”, confirmou.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!